Dia de Finados levará milhares de visitantes aos cemitérios de Parauapebas

937

Dezenas de milhares de pessoas deverão comparecer hoje, (2), aos dois cemitérios da capital do minerio , , para prestar homenagem aos parentes, amigos  e personagens públicas nesta segunda-feira  de Finados.

Somente no Cemitério do bairro Rio Verde, são esperados hoje cerca 30 mil pessoas. Segundo a administração do cemitério.

Quem já foi visitar e homenagear os entes e amigos, pode perceber a reforma feita pela Prefeitura de Parauapebas, atraves da Secretaria Municipal de Urbanismo – SEMURB nos cemitérios de Parauapebas.

No dia de hoje também é comum ver a presença de vendedores em frente aos cemitérios comercializando flores, isqueiros, velas, tumbas e até mesmo pacote de reformas de túmulos.

Para Maria Francisca ” Com a falta de emprego em Parauapebas, aproveitamos o dia de hoje para trabalhar, muitas pessoas esquecem de comprar velas, flores e isqueiros, e aproveitamos isso para complementar a renda da familia” finaliza.

Saiba a origem do Dia de Finados e como data é lembrada no mundo

Dia de Finados, 2 de novembro, é conhecido no Brasil como a data marcada por idas ao cemitério. Em outros lugares do mundo, a efeméride tem o mesmo significado mas é lembrada de formas diferentes. No México, por exemplo, as pessoas têm o costume de fazer grandes festas e usar fantasias coloridas de caveiras para homenagear os mortos.

A origem deste feriado remete ao ano 998. Antes, já existia o costume de se enterrar e se rezar pelos mortos, mas a data de 2 de novembro foi oficialmente instituída por um monge beneditino, Odilo de Cluny, que viveu do ano 962 ao ano 1049.

Na data, o monge ordenou aos clérigos de sua abadia e a todos aqueles que seguissem a Ordem Beneditina que deveriam rezar pelas almas dos mortos. O costume se popularizou a partir do século XII, quando deixou de ser algo somente da igreja.

 

Texto: Josélio Martins

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here