Após o Ministério Público do Estado do Pará expedir uma recomendação à Prefeitura Municipal de Parauapebas para que não sejam contratadas empresas que realizem decoração natalina este ano, a recomendação se aconteceu depois que algumas matérias foram veiculadas em diversos canais de comunicação de Parauapebas que relatavam que a prefeitura contrataria empresa para realizar a decoração com orçamento equivalente a dois milhões de reais.

O 4º promotor de Justiça de Justiça de Direitos Constitucionais e Combate à Improbidade Administrativa de Parauapebas, Hélio Rubens Pinho Pereira alertou para a atual crise que o Município de Parauapebas se encontra, exposta na reunião com Ministério Público do dia 19 de outubro.

O promotor ressaltou “a necessidade de respeito à Lei de Responsabilidade Fiscal e a priorização nos gastos com crianças e adolescentes, saúde e educação conforme é prevista na Constituição Federal de 1988”.

De acordo com informações chegadas ao Portal Noticias de Parauapebas a decoração natalina de 2016 será realizada com materiais reciclados de natais passados e usando a mão de obra da própria prefeitura para que não seja necessário a contratação de uma empresa e atendendo a recomendação do procurador Hélio Rubens.

Nossa equipe entrou em contato com a assessoria de comunicação de Parauapebas através de e-mail, mas até o fechamento da matéria, não obtivemos respostas.

 

Pablo Oliveira da redação do Portal Noticias de Parauapebas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here