Cinquenta idosos do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) Rio Verde participaram de circuito ecológico na Floresta Nacional de Carajás, no Pará. O evento promovido pelo Centro de Visitantes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) estimulou a conservação ambiental e a prática de atividades físicas em contato com a natureza.

O Circuito Ecológico da Melhor Idade em Carajás tem o objetivo de envolver os idosos no processo de educação ambiental e despertar o sentimento de pertencimento da Floresta Nacional de Carajás como patrimônio público. A atividade incentiva a preservação ambiental e mostra o novo cenário em que se encontra o Mosaico de Unidades de Conservação de Carajás, gerido pelo ICMBio.

Durante o evento, a equipe de educadores físicos do grupo de capoeira Dandara Bambula fez uma dinâmica de capoterapia com os idosos. A capoteria une técnica da capoeira com atividades de recreação de baixo impacto. O resultado é aumento da força, socialização e melhor condicionamento físico dentro dos limites de cada um.

Os idosos fizeram, também, caminhada de cerca de 1 km na Trilha Lagoa da Mata onde receberam informações sobre a biodiversidade da floresta de Carajás. Eles visitaram ainda o mirante da Mina de N4, onde puderam observar o atual cenário da atividade de mineração.

Animados com o passeio, os 50 idosos participantes puderam se descontrair e relatar suas experiências de vida. O próximo circuito está agendado para dezembro. Dessa vez, os idosos visitarão as Cachoeiras de Águas Claras.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here