Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Início Notícias Destaques Vale avança em nova frente de lavra em mina de Carajás

Vale avança em nova frente de lavra em mina de Carajás

Vale está ampliando a exploração de minério de ferro em mais uma frente de trabalho na Serra Norte de Carajás, no Pará. A partir de uma autorização dada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a empresa conseguiu avançar a lavra na mina N5S, em Carajás, onde já operava mas com restrições. Para permitir estender a área minerada no local, o Ibama autorizou a Vale a fazer a supressão vegetal de 56,65 hectares. A N5S mostra que a Vale, apesar da queda nos preços da commodity no mercado, continua a expandir a área lavrada de minério de ferro na região norte do país, onde tem um custo mais baixo de produção.

A expansão no norte deve ser compensada por cortes de produção em alguns sistemas em Minas Gerais. No primeiro trimestre, a empresa admitiu que poderia cortar até 30 milhões de toneladas de produção de minério de ferro em minas de maior custo em Minas Gerais.

Em junho, a Vale informou que estava colocando em férias mais de 170 empregados das unidades de Feijão e Jangada (MG) como resultado da paralisação de usinas que operam com maior custo e material de menor qualidade. Em 2015, porém, a Vale mantém a meta de produzir 340 milhões de toneladas de minério de ferro, volume que vai chegar a 453 milhões de toneladas em 2018.

Segundo a Vale, as operações preparatórias para expansão da lavra na N5S, incluindo a supressão vegetal, foram executadas. “Já estamos lavrando a área conforme o plano de lavra de 2015”, disse a Vale. A empresa tem uma licença de operação (LO), número 267, de 2002, que inclui a lavra da mina de N5S. Na medida em que há avanço da exploração, é feita uma “retificação” da licença para evitar a expedição de novas autorizações.

De acordo com a companhia, o Ibama está, portanto, “retificando” uma licença existente em função da abertura de novas frentes de lavra dentro do mesmo direito minerário. No ano passado, o Ibama concedeu à Vale uma licença para explorar novas áreas nas minas N4 e N5, na serra norte de Carajás, onde a empresa começou a operar há três décadas. A licença, resultante do chamado Estudo Global das Ampliações (EIA Global), permitiu à empresa minerar o corpo N4WS, importante para os planos de produção em 2015 e 2016. O N4WS é um corpo mineral que complementa a exploração das minas N4 e N5, em operação desde meados dos anos 1980 e fim da década de 1990, respectivamente.

A licença dada pelo Ibama em 2014 também definiu condicionantes que deixaram indisponíveis, para fazer atividades minerais, outros corpos na serra norte e sul (S11B, S11C e Tarzan e N2, N3, N6, N7, N8 e N9) até que fossem concluídos alguns estudos relacionados à preservação de áreas testemunho de savanas. São áreas que o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) quer preservar em parceria com Vale como amostras viáveis que compõem a diversidade da canga. A canga é uma savana adaptada ao solo rico em ferro e possui flora e fauna típicos.

A mina N5S, em expansão, é rica em cavernas. A mineração próxima de área de cavernas tem suscitado debates no setor. Existe legislação sobre o tema. O Ibama confirmou que no caso da N5S foram concluídos estudos que permitiram avançar a lavra.




Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Must Read

Concurso Musa do Carnaval de Parauapebas é lançado no Partage Shopping

E que lançamento! A 5ª edição do Concurso Musa do Carnaval 2019 foi oficialmente lançada ontem a noite no Partage Shopping Parauapebas. As candidatas...

Vereador Braz pede construção de unidades de saúde e Cras no complexo Tropical

Mostrando-se compromissado com o bem-estar da população, o vereador Ivanaldo Braz, propôs que o Poder Executivo providencie a construção de um Centro de Referência...

Erika Gomes (Bloco Me Leva)

Nome: Erika Gomes Representante: Bloco Me Leva Idade: 24 anos Profissão: Do lar Estado Civil: Casada Patrocinadores: Espaço Bela Unhas, Elizabete MakeUp, Jack Bronze. Bloco Me Leva: Fundado em 2004,...

Concurso Musa do Carnaval 2019

O concurso Musa do Carnaval de Parauapebas está na sua quinta (5a) edição em 2019. E é hora de você poder votar na sua...

Yhandra Feitosa Dias (Bloco do Bezerra)

Nome: Yhandra Feitosa Dias Representante: Nessa onda eu vou, bloco do Bezerra Idade: 18 anos Profissão: Design e cabeleireira Estado Civil: Solteira Sonho: Ter uma clínica de estética Frase: A...

Comentários