Prioridades do Plano Plurianual de Parauapebas são apresentados aos representantes de bairros

0
311

Dar continuidade ao processo de construção do Plano Plurianual 2018-2021 (PPA). Essa foi a proposta da reunião realizada pela Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão (Seplan), com os delegados de bairros, escolhidos durante as plenárias realizadas com a comunidade entre os dias 3 de junho e 14 de julho.

No encontro com os delegados, a equipe da Seplan apresentou de forma simplificada os temas eleitos pelos moradores e a estimativa de investimento para cada área. Ao todo, cada morador escolheu cinco temas prioritários para o seu bairro que integrarão o PPA, que vai basear o desenvolvimento de políticas públicas para o município. Temas como geração de emprego e renda, segurança, saúde, água e esgoto e educação foram os mais apontados.

O economista Romulo Barros, um dos representantes da Seplan na reunião, explicou que os dados foram sistematizados e o processo faz parte de todo um trabalho que vem sendo desenvolvido pela Seplan, em que a participação popular é relevante para a construção das políticas públicas. “A partir da demanda da população, a Seplan vai desenvolver o PPA 2018-2021. O delegado tem como papel fundamental acompanhar o planejamento e dessa forma informar a comunidade”, destaca Romulo Barros.

Para os delegados, esse é um momento importante para saber de fato o andamento das propostas e de que forma a população pode ser atendida. Davi Teixeira, representante do Jardim Planalto, destacou: “As demandas e desafios são grandes. Nós, como delegados, temos a missão de levar para comunidade o esclarecimento que a prefeitura está querendo fazer algo por nossa cidade com a parceria da população porque não tínhamos isso antes. O primeiro passo foi dado. Hoje, nós temos um espaço para debater as carências e demandas dos bairros. Estou confiante que vai dar certo”, declarou o delegado.

Na próxima segunda-feira, 28, será realizada reunião que irá compor o Coletivo Municipal de Planejamento, com representantes dos bairros, de cada Secretaria, dos conselhos municipais e Câmara de Vereadores.

Considerado a principal ferramenta de trabalho e gestão para o município, o PPA precisa ser enviado à Câmara até 31 deste mês, para ser aprovado até o final de setembro.

Texto: Liliane Diniz

Fotos: Piedade Ferreira

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui