Festival de Dança de Parauapebas emociona pais, alunos e convidados

851

Realizado no último sábado, 31 de novembro, no Ginásio Poliesportivo, a terceira edição do Festival de Dança de Parauapebas reuniu cerca de 160 crianças em uma noite que emocionou o público. Elementos essenciais do mundo do circo como palhaços, mágicos, bailarinas e malabaristas e, muito colorido, foram apresentados no espetáculo de balé, jazz e dança contemporânea.

Alegria e muito sorriso no rosto para a sua primeira apresentação de balé, o jovem Artur Silveira, 18 anos, estava ansioso para subir ao palco. “Quero dançar balé a minha vida toda. Hoje foi a primeira apresentação de muitas que virão. E apesar do preconceito, de um homem dançarino de balé, não me importo”, disse o dançarino que há sete meses participa das aulas de dança.

Inseparáveis, as irmãs Raymara e Raynara participam do festival pelo terceiro ano. Com 16 anos, Raymara sempre dança com a irmã mais velha que possui deficiência física e conta que cada espetáculo é uma emoção diferente. “Quando estamos dançando sinto uma leveza tão grande, quando olho para a minha irmã fazendo todos os passos, me realizo, pois são muitos obstáculos superados. O sorriso dela me ensina e incentiva todos os dias”, declara, emocionada, a bailarina.

Muito orgulhoso das filhas Raymara e Raynara, o operador de máquinas, Antônio Félix, 49 anos, comenta que não consegue segurar as lágrimas quando assisti as apresentações. “É emocionante ver a superação de minha filha, realização de seu sonho. Sinto-me agradecido e feliz”, revela.

A professora de balé e organizadora do evento, Michela Santos Torres, ressalta que o espetáculo é a finalização do trabalho desenvolvido durante o ano. “É simplesmente emocionante ver a realização de todo um trabalho realizado desde janeiro. São crianças e jovens que sonham e hoje se concretiza. Trabalhamos com crianças a partir de 4 anos, jovens e adultos”, destaca.

Além dos alunos atendidos pela escolinha de dança da Semel, estudantes da Balão Mágico participaram do evento. As aulas de balé, ofertadas gratuitamente pela Prefeitura, são realizadas às segundas e quartas, de 8h30 às 11h00 e das 14h00 às 17h30, com três turmas no período da manhã e quatro no horário da tarde.

Texto: Josélio Martins

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui