Empresas de transporte de valores podem ser proibidas de se instalar na zona urbana de Parauapebas

Texto: Nayara Cristina / Revisão: Waldyr Silva / Foto: Anderson Souza / Ascomleg

0
431

A instalação de empresas de transporte de valores na macrozona urbana de Parauapebas será proibida, caso o prefeito Darci Lermen sancione o Substitutivo nº 2/2017 ao Projeto de Lei nº 26/2017, de autoria do vereador Ivanaldo Braz (PSDB), que foi aprovado por unanimidade na sessão da Câmara Municipal de terça-feira (31).

A proposição acresce parágrafos ao artigo 11 da Lei nº 4.328/2006, que dispõe sobre o plano diretor do município. Além de proibir a instalação dessas organizações, a matéria determina ainda que as empresas atualmente instaladas na zona urbana terão o prazo de 90 dias para providenciar a mudança de suas instalações, podendo optar pela fixação na zona rural do município, em local previamente determinado pela prefeitura.

O projeto estabelece também que em caso de descumprimento dessas disposições o infrator(a) ficará sujeito a aplicação de penalidades previstas nas legislações de regência, bem como à possibilidade de desapropriação.

Justificativa

Ivanaldo Braz explicou que o objetivo dessa proibição é proporcionar mais segurança à população, tendo em vista que as empresas de transporte de valores têm sido alvo frequente de roubos por quadrilhas especializadas que agem de forma bastante violenta, utilizando até material explosivo.

Tem-se visto nos últimos anos inúmeros ataques de bandidos a estas empresas, como, por exemplo, os ocorridos em Marabá e Redenção. Tais ataques colocam a população em situações excessivamente vulneráveis, pois as transportadoras se instalam em áreas residenciais. Ressalto ainda que cabe ao município promover a sua ordenação urbana, de modo a atender o interesse da coletividade como um todo”, relatou Ivanaldo Braz.

Tramitação

O substitutivo foi analisado pelas comissões de Constituição e Justiça e de Terras e Obras, que emitiram parecer conjunto favorável à aprovação da matéria.

A proposição agora será encaminhada para análise do prefeito Darci Lermen e, caso seja sancionada, entrará em vigor na data em que for publicada.

 

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here