Cesta básica dos paraenses registra alta de preço

0
313

No mês de Fevereiro, pelo segundo mês consecutivo este ano, a alimentação básica dos paraenses comercializada em Belém, voltou a ficar mais cara, com reajuste de 8,64% em relação ao mês de janeiro/2016. No mês passado (Fev/2016), a cesta básica de alimentos em Belém custou R$ 406,86.

De acordo com o balanço efetuado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), todos os produtos da cesta básica apresentaram altas de preços, com destaque para o tomate com reajuste de 26,35%, seguido da farinha de mandioca com alta de 21,18%; banana com alta de 9,68%; pão com alta de 6,00%; óleo de soja com alta de 5,04%; arroz com alta de 3,73%; açúcar com alta de 3,57%; feijão com alta de 3,54%; manteiga com alta de 3,32% e do café com alta de 3,04%.

Segundo o Diesse, o custo da cesta básica para uma família padrão paraense, composta de dois adultos e duas crianças, ficou em R$ 1.220,58 sendo necessários, portanto cerca de 1,39 salários mínimos para garantir as mínimas necessidades do trabalhador e sua família, somente com alimentação.

A pesquisa mostra ainda que para comprar os 12 itens básicos da cesta, o trabalhador paraense comprometeu 50,25% do novo salário mínimo de R$ 880,00 em vigor desde o início deste ano.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.