Uma redução de 25% na fabricação de ovos de chocolate para a Páscoa deste ano pode fazer com que os estoques e esgotem antes do previsto. Ontem, o presidente da Associação Paraense de Supermercados (Aspas), José Oliveira, recomendou que o consumidor não deixe para comprar de última hora, pois não há garantias de que a quantidade de produtos postos à venda … Ele também se referiu às pessoas que preferem esperar as promoções. “Não sei se vai ficar mais barato e muita gente pode não encontrar mais o que quer, já que a oferta está menor”, observou.

Os ovos de páscoa já estão colorindo os corredores dos principais supermercados da cidade, mas grande parte dos comerciantes está mais prevenida – por causa da crise – e decidiu reduzir o estoque. Por isso, o presidente da Aspas acredita que esperar os preços baixarem pode não ser a melhor opção. Segundo ele, as vendas começaram a aquecer, mas ainda não alcançaram o volume esperado. “Por enquanto ainda está devagar. Geralmente, o consumidor deixa pra última semana”, ressaltou. Apesar da crise, a expectativa do setor supermercadista no Estado é manter o volume de vendas do ano passado.

Nos corredores dos supermercados, muitos consumidores até olham, pesquisam, mas ainda não comprar os ovos de Páscoa para presentar. “Pelo que eu vi, achei que os valores foram mantidos. Geralmente, aqueles que vêm com brinde são mais caros mesmo, essa é a pegadinha”, afirmou Elimar Verginassi, que vai comprar ovo de páscoa para a filha de dez anos.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here