MC Lobato e Lima Rodrigues serão homenageados pela Câmara Municipal de Parauapebas com a entrega do título de “Cidadão Honorário”, proposta ao primeiro pelo vereador Zacarias Marques (sem partido) e ao segundo por Rafael Ribeiro (MDB). As duas proposições foram aprovadas na sessão ordinária realizada nesta terça-feira (4).

MC Lobato

Zacarias Marques propôs, por meio do Projeto de Decreto Legislativo n° 14/2018, a concessão do Título de “Cidadão Honorário” a Antônio Marcos Lobato Monteiro, popularmente conhecido como “MC Lobato”, em reconhecimento aos “importantes serviços prestados a este município”.

MC Lobato nasceu no dia 20 de novembro de 1975, em Belém (PA) e mora em Parauapebas há 11 anos, onde construiu uma trajetória marcada por trabalho em eventos e como radialista da Rádio Arara Azul FM.

O homenageado sempre foi dono de criatividade e carisma inigualáveis, sendo muito querido pela população desta cidade. Como DJ, ele é considerado um dos melhores da região e o mais requisitado para eventos corporativos, já que não faz apenas o papel de DJ, sendo também animador de eventos”, diz trecho da justificativa.

De acordo com a proposição, MC Lobato inovou na realização de eventos no City Park Tênis Clube, na antiga boate Pirâmide Music e à frente do Centro de Desenvolvimento Cultural de Parauapebas (CDC), de forma determinante para o desenvolvimento cultural da cidade.

No entendimento de Zacarias, a homenagem se justifica, porque MC Lobato usou suas habilidades de comunicador no desenvolvimento da cultura local, “entendendo que o referido título se propõe, além de homenagear cidadãos que efetivamente contribuíram e que ainda contribuem para melhorar a cidade, a servir de inspiração e exemplo a toda sociedade”.

Durante a discussão do projeto, Zacarias disse que há muitos profissionais da comunicação que merecem essa homenagem, mas escolheu Lobato para representá-los. “Lobato é uma pessoa que chegou aqui e conquistou um meio, através de sua alegria, profissionalismo e versatilidade. Sempre digo que a gente não pode condenar alguém por um ato ou deslize. Gosto de avaliar as pessoas por suas condutas, suas histórias. Eu me sinto muito tranquilo de escolhê-lo no meio dos nossos comunicadores. É um profissional que está aí há muito tempo, todo mundo conhece, inclusive vai deixar nosso município em breve. Foi uma forma que encontrei de homenageá-lo”, argumentou.

O Projeto de Decreto Legislativo n° 14/2018 foi aprovado com 10 votos favoráveis, mas recebeu dois contrários, de Joelma Leite (PSD) e de Marcelo Parcerinho (PSC).

Lima Rodrigues

Já o Título de “Cidadão Honorário” a Josivaldo Lima Rodrigues foi proposto no Projeto de Decreto Legislativo n° 16/2018, por Rafael Ribeiro, pelos relevantes serviços prestados em Parauapebas.

Lima nasceu em 19 de setembro de 1959, em Marabá (PA). É jornalista, radialista, poeta cordelista, escritor, produtor e apresentador do programa Conexão Rural, da Rede TV Parauapebas e Marabá. Atualmente é presidente da Academia Parauapebense de Letras (APL).

Foi criado em Imperatriz (MA) até a adolescência, morou em Uberaba (MG) e em Brasília por mais de 30 anos. Há sete anos faz trabalhos na área da comunicação no Pará e no Maranhão.

É formado em Comunicação Social (Jornalismo) pelo Centro Universitário de Brasília (Ceub). Trabalhou na antiga Radiobras, hoje Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), por 17 anos. Atuou fazendo a cobertura jornalística do Palácio do Planalto e do Congresso Nacional desde o início do governo do presidente José Sarney até o início do mandato do presidente Lula. Neste período, foi correspondente de diversas emissoras e trabalhou também como assessor de imprensa.

Lima Rodrigues escreveu em literatura de cordel as biografias de várias personalidades e é autor do livro infantil “Pituco, o defensor dos rios e das florestas”.

Recentemente, Lima teve uma atuação social que despertou a admiração de muitas pessoas em Parauapebas. O jornalista ajudou um morador de rua, Gabriel Carvalho, a voltar para casa. Com o trabalho, que durou mais de um ano, Lima conseguiu identificar o homem, localizar a família dele, que é de Brasília (DF) e Formosa (GO). Segundo familiares, Gabriel estava desaparecido há 20 anos.

Para o vereador Rafael Ribeiro, Lima Rodrigues é mais do que merecedor da concessão do título de “Cidadão Honorário de Parauapebas”. “Não só pelo Gabriel, que todos em Parauapebas sabem, mas por todo histórico dele como jornalista, pelo programa Conexão Rural”, relatou.

O Projeto de Decreto Legislativo n° 16/2018 foi aprovado por 12 votos a favor.

Tramitação e encaminhamentos

Os dois projetos tramitaram pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), foram relatados pela vereadora Eliene Soares (MDB) e receberam pareceres favoráveis para aprovação.

Ambos serão encaminhados para que o presidente Elias da Construforte (PSB) promulgue. Posteriormente, serão agendadas as entregas dos títulos, que deverão ocorrer em sessão solene.

Texto: Nayara Cristina / Revisão: Waldyr Silva 

Comentários