A beleza da ação de plantio de mudas de árvores frutíferas na principal avenida do bairro dos Minérios, realizada no fim do ano passado, foi totalmente ofuscada essa semana. Fruto da ação de vândalos, a parte superior das plantas foi arrancada.

O plantio das mangueiras foi feita pela comunidade dos Minérios, em atividade conjunta entre a Associação dos Moradores do bairro e a equipe do Projeto de Trabalho Social (PTS) da Secretaria Municipal de Habitação (Sehab).

O prejuízo do ato de vandalismo agora está com a administração municipal e a comunidade que, novamente, terão que refazer o plantio.  O cultivo das mangueiras faz parte de um projeto de urbanização do residencial, que está sendo executado pela Prefeitura de Parauapebas, por meio da Sehab.

 “É uma decepção se deparar com uma imagem dessa. Quebraram todas as plantas que a Sehab havia plantado junto com a comunidade na entrada do residencial dos Minérios”, desabafa Maquivalda Barros, secretária de Habitação.

O coordenador de Áreas Verdes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), Diego Almeida, informa que, apesar da parte superior das mangueiras ter sido arrancada, ainda há possibilidade de rebrota das plantas.

Qualificado como atentado ao patrimônio público e ao meio ambiente, quem for responsabilizado por um ato como esse fica passível de multa prevista no Código de Posturas do Município, Lei nº 4.283, de 31 de dezembro de 2004.

Comentários