Portal Notícias de Parauapebas
Publicidade SEMSA

Fundo Esperança libera cerca de R$ 64 milhões em empréstimos na pandemia

O Governo do Pará liberou até o dia 05 de abril, quase R$ 64 milhões em empréstimos para pessoas físicas e jurídicas inscritas no Fundo Esperança. São R$ 63.919.095,58, sendo R$ 31.752.605,20 para pessoas físicas e R$ 32.166.490,38 para pessoas jurídicas.Mais uma medida de estímulo à economia segue beneficiando os paraenses em tempos de pandemia da Covid-19.

O fundo é gerenciado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme) e operacionalizado pelo Banpará. “O Fundo Esperança já vem garantindo financiamento emergencial para os empreendedores que enfrentam dificuldades econômicas durante a crise provocada pela pandemia e o valor disponibilizado através do programa, que já ultrapassou mais de R$ 64 milhões, reforça o compromisso do Governo do Estado em continuar garantindo suporte financeiro para os pequenos negócios, além do fomento ao desenvolvimento econômico em todas as doze Regiões de Integração do Estado do Pará”, destacou o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), José Fernando Gomes Júnior.

O Programa Fundo Esperança disponibilizará no total R$ 100 milhões para financiamento de pequenos e microempreendedores. As principais vantagens do programa são a taxa de juros de 0,2% ao mês, o prazo para pagamento de até 36 meses e a carência de 180 dias para pagar a primeira parcela.

A dona de casa, Andreza da Silva, conseguiu um empréstimo pessoal para investir no próprio negócio. ”Eu trabalho com venda de marmita , então esse dinheiro vai me ajudar a investir cada vez mais no meu trabalho. Pretendo ampliar a variedade de alimentos. É a primeira vez que estou recebendo o auxílio, acho uma inciativa muito boa, para quem recebeu é uma ajuda muito grande”, ressaltou Andreza.

A medida possibilita empréstimos de R$ 500 a R$ 15 mil, para empreendedores que encontram dificuldades financeirasA medida possibilita empréstimos de R$ 500 a R$ 15 mil, para empreendedores que encontram dificuldades financeiras. Fazem parte do público-alvo do programa microempreendedores e trabalhadores autônomos informais e Microempreendedores Individuais (MEIs), cooperativas de trabalho e empreendedores da economia criativa (pessoa física/ CPF) sediados no Pará.

O Programa beneficia também agricultores familiares e transporte. Os beneficiários não poderão ter renda superior a três salários mínimos. Além disso, é proibida a concessão de empréstimo a servidores e empregados públicos, como também CNPJs constituídos após a entrada em vigor do decreto.

O Banpará orienta que as pessoas que realizaram a inscrição no site oficial do Fundo Esperança têm o prazo de 45 dias para comparecimento nas agências para apresentar a documentação e realizar a assinatura do contrato e efetuar o saque, garantindo que o recurso não fique parado.

De acordo com o Banpará, as pessoas inscritas no Fundo Esperança têm 45 dias para comparecer às agências e assinar o contratoÉ importante observar que as datas de atendimento correspondem aos meses da constituição da empresa, no caso de pessoa jurídica, e da data de nascimento, em relação à pessoa física. Além disso, a partir do dia 27 de abril o Banpará realizará o atendimento dos inscritos que não compareceram nas agências bancárias nas datas divulgadas do calendário.

Aprovação – Em fevereiro de 2020, o governador Helder Barbalho enviou à Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) dois projetos de renovação de vigência dos programas “Renda Pará” e ‘Fundo Esperança”, em decorrência da segunda onda da pandemia do novo coronavírus. Os Projetos de Leis do Poder Executivo foram aprovados por unanimidade pelos deputados, em Sessão Ordinária.


Calendário de atendimento:

Data de atendimento / Mês de nascimento (PF) / Data de constituição (PJ)

06 e 07 de abril – Junho

08 e 09 de abril – Julho

12 e 13 de abril – Agosto

14 e 15 de abril – Setembro

16 e 19 de abril – Outubro

20 e 22 de abril – Novembro

23 e 26 de abril – Dezembro


SERVIÇO

Mais informações estão disponíveis no site da Sedeme: https://www.sedeme.pa.gov.br/fundo-esperanca.

E-mail da Sedeme: fundoesperanca@sedeme.pa.gov.br; telefone da Sedeme: (91) 98466-6404 (WhatsApp).

Comentários