O caso aconteceu por voltas das 16 horas de sábado, 02, na rua 32, quadra 03, lote 17, bairro dos Minérios,em Parauapebas.

Quando a vítima Edinelson Ferreira Feraz, de 20 anos de idade, se encontrava no logradouro na frente da casa de uma amiga conversando com a mesmo, instante em que teria sido surpreendido por um individuo armado de revólver efetuando vários disparos contra Edinelson Ferreira que morreu no local.

Após o crime o bandido se evadiu do local em um veículo Fiat Uno, cor velho, de placa anotada e repassada para a polícia.

Segundo informações, minutos antes da execução a vítima que havia acabado de chegar ao local em uma moto Honda POP vermelha, placa OTS-1426, conversava com a mulher que estava com uma criança nos braços e ao lado dos mesmos estava um pequeno cachorro que ao ouvir os estampidos teria latido com o assassino que também executou o pobre animal.

Ainda segundo informações a mulher só não foi morta pelo assassino por que quando o mesmo apontou a arma para ela a criança teria colocado as mãos nos ouvidos. O que pode ter comovido o assassino.

A esposa da vítima, Fabricia Nascimento Galvão, de 20 anos de idade, disse para reportagem que não sabe quem matou seu marido, porém lembrou que a cerca de quatro meses atrás o mesmo teria sido preso junto com outro homem após terem brigado por causa de um pneu que seu marido havia vendido para o suspeito que não queria pagar, o que levou Edinelson Ferreira a discutir com o devedor, momento em que teriam entrado em luta corporal e ambos teriam sido presos e levados para delegacia onde entre os dois havia ocorrido ameaças de morte.

Ainda de acordo com a mulher de Edinelson Ferreira na briga, seu marido teria quebrado o pára-brisa do veículo do acusado. “Depois dessa briga o homem alugou a casa e se mudou. Nos também estávamos morando no Cedere I, onde meu marido estava trabalhando,” ressalto a viúva.

Caetano Silva- Da redação do Portal Noticias de Parauapebas

Comentários