Em entrevista coletiva, concedida na noite desta terça-feira (6), a direção da Companhia Docas do Pará (CDP) anunciou a criação de um comitê gestor de crises para tratar dos estragos causados pelo naufrágio de uma embarcação que transportava cerca de cinco mil bois na manhã de hoje, no porto de Vila do Conde, no município de Barcarena, sudeste do Pará.

Veja imagens do acidente

Segundo Parfisal Pontes, presidente da CDP, uma balsa foi deslocada para realizar uma barreira de contenção, com o objetivo de evitar que cerca de 70 mil litros de óleo se espalhem pelo rio. Na tarde desta terça-feira (6), uma moradora denunciou ao DOL que uma grande mancha de óleo já ocupa a praia de Vila do Conde.

Outra balsa será deslocada com o objetivo de retirar outros 600 mil litros do produto que se encontram no interior da embarcação naufragada, assim como os animais que permanecem presos dentro do navio.

Leia também: Carne de boi de acidente não deve ser consumida

Um inquérito foi instaurado para investigar as causas do acidente.

Um laudo deve ser emitido nos próximos 90 dias, prorrogável por mais 90, apontando o resultado final.

Comentários