A Vale está com inscrições abertas para o seu Programa de Estágio. O processo foi reformulado para garantir que haja um alinhamento maior entre os valores do candidato e da empresa. Ou seja, que dê “match” entre o estudante e a Vale. São oferecidas mais de 600 vagas nos estados do Pará,  Minas Gerais, Espírito Santo, Maranhão, Rio de Janeiro e Bahia. As inscrições poderão ser feitas até 21/9 pelo site www.vale.com/estagio.  

A Vale busca estagiários que queiram se desenvolver profissionalmente e enriquecer seu currículo com a experiência de trabalhar na líder mundial de produção de minério de ferro e níquel. No Pará, são 29 vagas com oportunidades para os municípios de Marabá, Parauapebas e Ourilândia do Norte.


“Buscamos jovens de alto potencial que se identifiquem com nossos valores e que queiram fazer a diferença numa empresa global e responsável do ponto de vista social e ambiental”, explica Desiê Ribeiro, gerente-executiva de Desenvolvimento e Gestão de Talentos da Vale. “O candidato deve estar em busca de múltiplas experiências que o ajudem a acelerar sua formação e ter gosto por desafios para nos apoiar na construção da Vale do futuro”.

O processo seletivo terá quatro etapas. Durante a inscrição o candidato preencherá um formulário chamado “escala de crenças”, em que irá revelar quais são seus valores pessoais. Esses dados serão cruzados com os valores da empresa e se houver o “match” o candidato passará à próxima etapa. “Match” é um termo comum entre os jovens, usado em aplicativos de relacionamento para indicar quando duas pessoas têm afinidade.

O processo seletivo é composto também de testes online de raciocínio lógico e inglês, uma entrevista em vídeo, e o painel (entrevista de grupo) e entrevista final.

 Podem se candidatar ao Programa de Estágio alunos de nível superior que estejam nos dois últimos anos de curso, ou seja, com formatura prevista entre dezembro de 2019 e dezembro de 2020.


Para os candidatos de nível técnico, a exigência é que tenham formatura prevista até dezembro de 2019 ou que sejam formados na parte teórica, desde que não tenham cumprido a carga horária de estágio obrigatório e ainda estejam matriculados na instituição de ensino.


Serão aceitas inscrições para universitários de vários cursos, entre eles Engenharia, Administração de Empresas, Economia, Ciências Contábeis e Ciências da Computação. Também terão a oportunidade de se inscrever estudantes de nível técnico de mais de 20 cursos, como Mecânica, Eletrotécnica, Eletromecânica, Mineração e Segurança do Trabalho. 


Na última edição do programa, no ano passado, a relação foi de 153 candidatos por vaga.


Os selecionados iniciarão o estágio a partir de janeiro de 2019 e receberão bolsa-auxílio mensal de até R$ 1.375,00 (os valores variam dependendo do curso, técnico ou superior, e da carga horária), assistência médica e seguro de vida. Nas unidades onde a empresa não oferece transporte e restaurante, os estagiários receberão vale-transporte e vale-refeição. A carga horária do estágio varia entre quatro e seis horas, dependendo das atividades a serem desenvolvidas.

Comentários