Prefeitura de Curionópolis continua no combate à Leishmaniose

751

Recentemente profissionais de saúde do município de Curionópolis participaram de capacitação em Controle Químico e Borrifação para reforçar os trabalhos de combates à Leishmaniose Visceral Humana (Calazar), já desenvolvidos na cidade. A capacitação foi realizada no mês de novembro, em Parauapebas, e foi ministrada por profissionais da Secretaria Estadual de Saúde (Sespa).
Ainda no início deste semestre, as equipes de saúde de Curionópolis participaram de outras capacitações no sentido de gerar segurança para a população e minimizar os riscos de crescimento da doença.
“Fomos rápidos nas providências para que não se tornasse um dado alarmante, por isso, cuidamos de capacitar nossa equipe, para que, com a eficiência necessária, combata este mal que tem assustado em outros municípios da região”, afirmou a Secretária Municipal de Saúde, Kelma Oliveira da Silva.
De acordo com Kelma, no mês de julho foi realizada capacitação sobre Leishmaniose Visceral e Tegumentar para todos os profissionais de saúde, com o intuito de prepará-los para a prevenção, orientação, identificação, notificação e manejo clínico da doença.
Já em agosto, foi a vez de capacitar as entidades atuantes no Município como, por exemplo, o Conselho Municipal de Saúde e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, respectivamente, a fim de orientá-los e informá-los da atual situação da Leishmaniose no Estado e no Município.
“A ideia de primeiro capacitar nossa equipe se deu com o objetivo de fazê-los multiplicadores e auxiliar na capacitação das outras equipes”, detalhou Kelma, contando que do dia 18 a 22 deste mês, setembro, a equipe estadual de entomologia, juntamente com a equipe de endemias do município, realizou o levantamento entomológico, por meio de armadilhas e triagem de vetores, a fim de confirmar ou descartar a presença do vetor transmissor de Leishmaniose Visceral no Município.

Comentários