Com a finalidade de oportunizar aos jovens aprendizes paraenses a experiência profissional no mercado do trabalho e, ao mesmo tempo, proporcionar o exercício da cidadania, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), lança o “Programa Primeiro Ofício” nesta quarta-feira (28), às 11h, no Centro de Convenções da Amazônia (Hangar).

O Primeiro Ofício atenderá, prioritariamente, aos jovens que se enquadrem nas seguintes condições: idade entre 14 a 24 anos em situação de vulnerabilidade social, inscritos no cadastro único em especial, moradores de regiões e bairros que apresentem maiores índices de vulnerabilidade, jovens em cumprimento de medidas socioeducativas, egressos das instituições de privação de liberdade, jovens pertencentes à famílias de baixa renda, pessoas com deficiência, jovens matriculados regularmente na rede pública de ensino fundamental, médio ou superior, participantes de programas de bolsas de estudo financiadas por recursos públicos vinculados à rede privada de ensino, jovens que concluíram o ensino médio e que não estejam cursando os níveis superiores e os que concluíram o ensino superior e que ainda estejam em idade de participar do programa na condição trainee.

EMPRESA CIDADÃ

O programa potencializará a capacidade geradora de trabalho, emprego e renda da juventude, com a criação do selo Empresa Cidadã de reconhecimento para as participantes.

“Desse modo, os jovens aprendizes serão inseridos no mercado, estimulando o desenvolvimento de cooperativas de trabalho voltadas à inclusão e despertar para o empreendedorismo, possibilitando ao jovem formação e condições para o seu desenvolvimento”, diz a Seaster.

O evento terá a presença de autoridades governamentais e representantes de organizações da sociedade civil, como o Lar Fabiano de Cristo, Movimento República do Emaús, Salesiano do Trabalho, CIEE, Proativa e outras entidades. (Dol)