Em balanço divulgado na manhã desta segunda-feira (08), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que durante o feriado de Corpus Christri, apesar da redução nos registros de acidentes e feridos houve um aumento significativo no número de mortos nas estradas do Pará em relação ao ano passado.

No período de 3 a 7 de junho de 2015, o percentual de redução no total de acidentes foi de 47% e o de feridos de 14%. Já aumento do índice de mortes foi de mais de 100%.

Durante os cinco dias de operação foram registrados 28 acidentes de trânsito nas rodovias federais do Pará, que resultaram em 37 pessoas feridas e nove mortas. Desse total de 28 acidentes, 60,7% ocorreram na BR-316, sendo que 32% ocorreram entre os quilômetros 0 e 20 dessa rodovia.

Os acidentes com mortes ocorreram nos dias 3 e 5 de junho, sendo dois na rodovia BR-316, um na BR-222 e um na BR-230. Velocidade incompatível com o trecho da via e falta de atenção, foram as prováveis causas desses acidentes.

Durante a operação foram realizados 2.283 testes de alcoolemia, 40 condutores foram autuados por dirigirem sob efeito de bebida alcoólica, sendo que 9 foram presos por apresentarem nível de alcoolemia acima de 0,30 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões.

As principais causas dos acidentes registrados foram falta de atenção, não manter a distância de segurança com o veículo da frente, excesso de velocidade, ultrapassagens indevidas e ingestão de álcool. Ou seja, cerca de 70% dos acidentes rodoviários ocorridos nesse feriado tiveram como causa o mau comportamento dos condutores no trânsito.

Durante as ações de fiscalização foram registradas 1.369 infrações de trânsito, 73 veículos foram retidos por apresentarem irregularidades na documentação e nos equipamentos obrigatórios; 38 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) foram apreendidas por estarem vencidas há mais de 30 dias ou apresentarem suspeitas de falsificação.

As principais infrações registradas foram transitar com o veículo com licenciamento atrasado, ultrapassagem em local proibido, transitar pelo acostamento e estacionar em acostamento, veículo em mau estado de conservação e passageiro sem cinto de segurança.

Fonte Diario do Para

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here