Em Marabá, sem refletores no Zinho, Águia ganha promessa da Prefeitura

0
69

A alegria pela vitória de virada sobre o Paragominas na tarde desta quarta-feira (22), no Zinho Oliveira, em Marabá, não tirou a preocupação com a falta de refletores do estádio marabaense. Isto porque o Azulão tem jogo marcado para as 19h do dia 31 deste mês, no mesmo local, contra o Paysandu, pela segunda fase da Copa Verde.

O presidente do clube marabaense, Sebastião Ferreira Neto – o Ferrerinha -, explicou à reportagem do Portal ORM News que o motivo para o não funcionamento da estrutura de iluminação é o tempo de fabricação da mesma. ‘Todo o sistema é arcaico demais. Foi instalado em 1978 e, desde então, foi sofrendo as famosas gambiarras. Então, passou a ficar cada vez mais comum termos ocorrência de curto-circuito e as lâmpadas queimavam’, relatou.

Afundado em dívidas trabalhistas e com um elenco de apenas 24 jogadores, sendo 15 jovens atletas das categorias de base ou frutos de peneiradas do clube, o Águia não tem dinheiro para arcar com a reforma. Porém, recebeu uma promessa da Prefeitura de Marabá para ter um sistema de iluminação totalmente novo até a próxima quarta-feira (29), a dois dias do confronto contra o Paysandu.

‘Nós já estamos conversando com a Prefeitura há algum tempo e eles se comprometeram com isso. A autorização para o início do serviço deve sair amanhã de manhã. O valor total gira em torno de R$ 50 mil, mas também corremos atrás de parceiros, que vão ajudar com parte dessa quantia’, contou Ferreirinha.

Terceiro colocado do grupo A2 do campeonato paraense, o Águia receberá o Paysandu na primeira partida da segunda fase da Copa Verde. Quem vencer levará vantagem para o cofronto da volta, datado para o dia 4 de abril, às 19h15, na Curuzu, em Belém. O vencedor enfrentará quem se classificar do duelo entre Remo e Santos (AP), na semifinal da competição, que vale vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2018.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here