O governador do estado do Pará Helder Barbalho, anunciou durante coletiva, na tarde desta segunda-feira (6), que as ações de combate a Covid-19 terão mais rigor em todo o estado. As medidas têm a finalidade de evitar o aumento no número de infectados pelo novo coronavírus, que já chegou a 123 casos no Pará.

Entre as principais medidas anunciadas por Helder durante a coletiva estão:

– Está proibida a realização de eventos, reuniões, manifestações, passeatas e carreatas de caráter público ou privada com a presença superior a 10 pessoas;

– Proibição, por 15 dias, a contar do dia de hoje (6), de cultos e eventos religiosos presenciais;

– Fica proibido o corte de serviço residencial de acesso à internet pelo período de 60 dias;

– Agências bancárias, supermercados, farmácias e lotéricas são obrigados a distribuir máscaras, higienizar os equipamentos em cada uso pelos clientes, como também oferecer alternativas de higienização para os clientes. Caso não seja possível a distribuição, os estabelecimentos devem entrar em acordo com o cliente, permitindo a entrada apenas de usuários com máscaras;

– Todos os estabelecimentos com atendimento ao público são obrigados a realizar marcação para filas no chão, com distância mínima de 1 metro entre os clientes;

– Marcação de distanciamento de pessoas nas paradas de ônibus em todos os municípios do Pará, evitando aglomeração;

– Fechamento de praias, igarapés, balneários, clubes e similares durante a Semana Santa (neste período haverá restrição do transporte intermunicipal rodoviário e hidroviário em todo o estado, com exceção dos municípios de Belém, Ananindeua, Marituba, Santa Bárbara e Benevides;

– Estabelecimentos que descumprirem as medidas determinadas serão advertidos, multados e, se for necessário, serão embargados ou interditados.

MORTES

Além das medidas preventivas, Helder lamentou pelas quatro vítimas fatais da Covid-19 no Pará. “A minha solidariedade a todas as famílias que perderam seus entes queridos. Isso reforça a necessidade de todos nós trabalharmos unidos para proteger a população e evitar que outras famílias percam irmãos, irmãs, pai, mães, filhos, filhas, e que esses casos de óbitos em nosso estado possam, cada vez mais, unir a todos para que possamos, com solidariedade e responsabilidade, trabalhar para que este número não avance, não amplie”, destacou Helder. 

A ampliação das ações realizadas pelo governo é decorrente do aumento no número de infectados no estado. Na tarde de hoje, foram divulgados mais 17 casos do novo coronavírus no Pará, atingindo 123 casos confirmados.

O governo, mais uma vez, reforça a importância do isolamento social, como enfatizou o secretário de estado de Saúde Pública, Alberto Beltrame.

“Nunca é demais insistir. As pessoas estão tendendo a voltar à normalidade no fluxo de pessoas em vários locais. Quanto maior o número de casos tivermos, maior será o número de casos em uma forma grave e maior o número de óbitos. Nós esperamos que a população consiga perceber a importância do momento em que a gente tá vivendo. Nós dependemos basicamente da cooperação e do entendimento da sociedade, de cada cidadão, que cada um deles tem um dever. Primeiro de proteger a sua saúde e de nos auxiliar a cuidar da saúde de toda a sociedade. Então, mais do que nunca: fique em casa. Essa é a mensagem essencial para esse momento”, ressaltou. 

COMPRA DE MEDICAÇÃO 

O governador também anunciou a compra de medicamentos utilizados durante o tratamento de pacientes graves com coronavírus, entre eles cloroquina e azitromicina. A distribuição dos remédios, 15 mil, no total,  será realizada a partir da próxima terça-feira (7) para 11 hospitais de referência em todo o estado, além da distribuição para hospitais particulares, contribuindo para as ações de tratamento contra a Covid-19.

Por fim, o governador ressaltou a importância da união do povo paraense.  “Vamos todos ajudar. Nós estamos em uma guerra onde é fundamental a união de todos. É hora do esforço, da união e da compreensão. Vamos juntos. Nós vamos vencer o coronavírus, mas para isso, a nossa união, o esforço e o trabalho de todos é fundamental, e eu conto com você, para juntos defendermos o Pará, protegermos a nossa população e vencermos o coronavírus”, finalizou.