Categoria diz que não consegue custear viagens. Baixo valor pago pelos fretes e alto preço do diesel prejudicam rendimentos.

Postos de combustível do município de Marabá, no sudeste do Pará, ficaram lotados de caminhões que paralisaram as atividades. Segundo os caminhoneiros, o baixo valor do frete pago pelas transportadores e o alto preço do óleo diesel torna as viagens inviáveis. As condições das estradas na região Norte também foram alvo de reclamações dos motoristas.

Carlos Alberto é caminhoneiro há mais de vinte anos, e afirma nunca ter enfrentado problemas como este. “O frete que veio acabou com o combustível, levou todo. Aparece uma carga para você rodar 3.500km por R$ 4.500, e aí quando você chega na região do Mato Grosso, o óleo diesel custa R$ 3,50, R$ 3,70, e você já chega sem dinheiro, sem óleo e pronto. Fica no pátio do posto e, se os colegas não derem comida, passa fome”, conta o caminhoneiro.

O mineiro Francisco José da Silva conta que não volta para o estado de origem enquanto não tiver lucro com a viagem. “Já saio sem dinheiro, voltar sem dinheiro é pior ainda”, comenta Francisco. O caminhoneiro Célio Vital também lamentou a situação. “A gente ganha tão pouco vindo, e aí volta de graça, dá carona para a carga. Que situação, né?”, diz Célio.

Fonte: G1 Pará

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here