Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Início Notícias Câmara aprova repasse de incentivo financeiro adicional aos agentes de combate às...

Câmara aprova repasse de incentivo financeiro adicional aos agentes de combate às endemias

O Projeto de Lei nº 21/2018, de autoria do Poder Executivo Municipal, que autoriza a administração a repassar recursos recebidos do governo federal como incentivo financeiro adicional aos Agentes de Combate às Endemias (AGE), foi aprovado por todos os vereadores presentes na sessão da Câmara Municipal de Parauapebas, na última terça-feira (29).

 

A proposição altera a Lei Municipal nº 4.603/2015, que determinou o pagamento de incentivo financeiro a Agentes Comunitários de Saúde (ACS), vinculados às estratégias de agentes comunitários de saúde e de saúde da família.

 

Na justificativa do projeto, o prefeito Darci Lermen explica que o objetivo da alteração é estender o benefício, que já é pago aos agentes de saúde, para os agentes de endemias.

 

Trata-se de uma condição de paridade e justiça entre as categorias, já que o Ministério da Saúde alocou recursos para a efetivação do benefício, a título de incentivo financeiro adicional, que serão transferidos para os cofres municipais sem qualquer contrapartida do município de Parauapebas. Essa demanda tem como escopo fortalecer as estratégias de saúde pública com a efetivação de uma política de combate às endemias”, explicou Darci Lermen.

 

Valor

O projeto prevê o repasse aos ACEs do recurso relativo a valores eventualmente existentes no fundo municipal dos exercícios de 2016 e 2017, caso os agentes tenham atuado no município nestes períodos.

 




O incentivo será de R$ 1.014,00 por ACS e valor fixado, conforme portaria do Ministério da Saúde, por ACE.

 

A matéria estabelece também que os recursos mencionados na lei serão repassados somente enquanto durar o repasse feito pelo governo federal, cessando a obrigação de o município pagar, caso pare de receber a referida verba.

 

O projeto esclarece ainda que o incentivo financeiro não será incorporado aos vencimentos dos agentes de saúde e de endemias, portanto, não servirá de base de cálculo para o recebimento de qualquer outra vantagem funcional.

 

Aprovação

O Projeto de Lei nº 21/2018 tramitou nas comissões de Constituição, Justiça e Redação e de Finanças e Orçamento. As duas comissões emitiram pareceres a favor da aprovação da matéria, que foram seguidos pelos demais parlamentares.

 

A proposição agora será enviada para sanção do prefeito Darci Lermen e vigorará a partir da data que for publicada.

 

Texto: Nayara Cristina / Revisão: Waldyr Silva / Foto: Anderson Souza / Ascomleg




Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Must Read

Partage Shopping celebra 8 anos de operação em Parauapebas

O Partage Shopping Parauapebas comemorou, no dia 18 de maio, 8 anos de operação. Neste aniversário, quem ganha o presente é a população de...

Risco de rompimento de barragem causa tensão a moradores

O risco iminente de rompimento da barragem da Mina de Gongo Soco, em Barão de Cocais (MG), tem deixado cada vez mais tensos os...

Prefeitura de Parauapebas se manifesta e diz que durante evento ocorreu fiscalização da vigilância Sanitária

A repercussão das notas do sindicato e da organização do evento se manisfestaram sobre a realização do evento, e conforme pedido do Sindicato dos...

Organização do festival de Food Truck emite nota de esclarecimento e diz que possui todas as licenças

Na tarde desta sábado o Sindicato dos Hotéis e Restaurante de Parauapebas emitiram uma nota de repúdio em relação ao festival de food truck...

Sindicato emite nota de repúdio e diz que festival Food Truck não possuem licença para realização

Após a anunciação de um festival de comidas vendidos por caminhões de alimentos que acontecerá em Parauapebas, o Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes...

Comentários