Bairro Cidade Jardim lidera em assaltos, roubos de motocicletas e celulares

0
519

O Cidade Jardim é um dos mais violentos e perigosos da cidade, infelizmente. É um dos maiores bairros de Parauapebas; como o próprio nome sugere: é uma cidade que foi criada dentro de Parauapebas, pois, hoje, vivem tranquilamente aqui mais de 20 mil habitantes”, declara Bariloche Teixeira da Silva, morador do local. Além de residir no bairro, Bariloche Silva é jornalista e acompanha a movimentação dos casos de violência por conta da sua profissão.

Segundo ele, as informações da Polícia Civil apenas comprovam o que todos já sabem. “A Polícia Militar até tenta se esforçar, trazendo uma viatura pra cá, que circula pelo bairro, mas a gente sabe que o número de policiais é pequeno, o que é impossível para dar conta das ocorrências deste bairro e de toda a cidade”, observa, acrescentando que numa simples volta pelas ruas do Cidade Jardim o que mais se vê “é gente reclamando que foi assaltado, que teve o celular roubado ou a casa invadida”.

Também morador do Cidade Jardim, o policial militar aposentado, Biraci Pereira de Oliveira diz que a violência cresceu assustadoramente. “A violência aumentou muito e o nosso comando [Polícia Militar] está de mãos atadas, porque há pouco policiamento e não há apoio de outras instituições para reverter essa situação. Hoje o policial tem que se virar nos 30”, declara. Por outro lado, Biraci fez questão de lembrar que tem policial que se esforça para dar conta do trabalho, mas não é fácil.

“Temos como exemplo a FAP [Feira de Agronegócios de Parauapebas]. O policial tem que se virar em dois para prestar o serviço no entorno da feira e também na cidade. Infelizmente é isso, há pouco efetivo e quem poderia contribuir com o município, ajudar o comando, são os políticos da cidade, mas eles não se reúnem para cobrar do Governo do Estado. O prefeito não se manifesta e quem sofre são os moradores daqui”, desabafa.

A cada 10 ocorrências registradas, pelo menos metade vêm dos bairros formados a partir de loteamentos. O diretor da Seccional de Polícia Civil, delegado Thiago Carneiro, informou à reportagem que o Núcleo de Inteligência já detectou a demanda do Bairro Cidade Jardim e apontou a necessidade de implantação de uma delegacia naquela região.

“A violência ali é maior em razão de hoje ser a área mais populosa da cidade. Além dele, tem o Nova Carajás, Amazônia, Tropical e Minérios que também necessitam de um olhar diferente. Estamos desenvolvendo um estudo de viabilidade de alocar uma delegacia de bairro para aquela região”, disse Thiago, completando que os órgãos públicos estão enfrentando um problema de contingência de recursos financeiros. O delegado geral de Polícia Civil, Rilmar Firmino, garantiu que, com a realização de concurso público, novos servidores serão alocados para Parauapebas a fim de atuarem nestes bairros que despontam como os mais violentos.

 

Fonte : Conecta Carajas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here