Associação LGBT Amigos Para Sempre vai realizar o I Encontro de Ativismo e Liderança LGBT de Parauapebas

0
277

No período de 01 a 03 de maio a Associação LGBT Amigos Para Sempre, que atua há três anos no município com trabalhos de conscientização e prevenção, vai realizar o I Encontro de Ativismo e Liderança LGBT de Parauapebas.  A abertura do encontro acontecerá no Centro de Desenvolvimento Cultural (CDC), a partir de 18h30 no dia 01 de maio e a programação será desenvolvida no dia 02 e 03 no auditório da Secretaria Municipal de Cultura (antiga câmara), a partir das 8h00.

O evento visa buscar conscientizar e unificar lideranças ativistas dos Direitos Humanos LGBT para propor reflexões à sociedade, a formulação e aplicação de políticas públicas LGBT no âmbito municipal e fortalecer o combate a homofobia.

Representantes das secretarias municipais foram convidados, bem como lideranças comunitárias e a  representação da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil/ Parauapebas, que será um dos importantes parceiros do evento. O encontro contará também com a representação do governo estadual, através da parceria com a Gerência de Livre Orientação sexual, veiculada a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos do Pará, que estará realizando uma ação social com vários serviços ao público LGBT e comunidade em geral.

Serviços como a emissão de carteira de identidade, de certidão de nascimento, carteira profissional, e carteira social para travestis e transexuais, que assegura  direitos como educação e saúde, serão ofertados. Além desses serviços, testes de HIV/ AIDS e outros serão disponibilizados gratuitamente no dia 03 com a Caravana da Cidadania LGBT, na praça de eventos a partir das 8h30. Haverá também, palestras sobre doenças sexualmente transmissíveis e a história do movimento LGBT no Pará. Para o psicólogo do movimento, José Luiz Castro, o encontro irá fortalecer o movimento LGBT da região. “Esse evento, com todas essas ações, garantirá ao público LGBT  de Parauapebas e região uma maior organização nas lutas para garantir diretos constitucionais e assim reivindicar políticas públicas às autoridades competentes”, enfatizou.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.