Portal Notícias de Parauapebas
Publicidade SEMSA

Transporte público: Com apenas 60 micro-ônibus atendendo Parauapebas, usuários reclamam da demora na integração

Desde 2015, o sistema de transporte público é operado pela Central das cooperativas, com veículos com acessibilidade, bilhetagem eletrônica, monitoramento com câmeras internas nos veículos, sistema antipoluente, fatores que aumentaram os custos operacionais passando a passagem de R$1,80 para R$3,00.

Com a mudança da frota, que antes era operada por 226 vans e micro-ônibus distribuído em quatro cooperativas, COOTURVERP, COOCAVUMP, COOCATUR e COOCARAJAS, passaram a ser operado pela CENTRAL (União das cooperativas) e por apenas 60 micro-ônibus para atender toda a demanda municipal de mais de 200 mil pessoas.

Divididos em rotas e com integração somente a usuários que possuem o passe fácil, a demora de um transporte a outro pode passar dos 30 min de espera.

“Moro no bairro Liberdade e trabalho no Cidade Jardim, tenho que fazer a integração diariamente, mas sempre espero cerca de 40 min para passar o outro transporte, a demora é constante. Entro no serviço as 9h, mas tenho que sair de casa as 6h40 todos os dias” declara a domestica Rita Nunes.

Nossa equipe presenciou de perto a insatisfação dos usuários na sexta-feira (14) e na maioria das criticas o transporte publico, o principal é a demora de um veiculo a outro e de não possuírem horários pré estabelecidos, outro ponto bastante criticado, foi de apesar do aumento da passagem no final do ano de 2016, boa parte dos micro-ônibus estarem sem ar-condicionado.

A equipe do Portal Noticias de Parauapebas tentou contato com a CENTRAL, mas até o fechamento da matéria não obtivemos sucesso.

Comentários

Comentar