As equipes do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas (Saaep) têm se empenhado para garantir o abastecimento de água em todo o município. No entanto, devido ao baixo volume de água na barragem do complexo Tropical (formado pelos bairros Tropical I, Tropical II e Ipiranga), uma nova dinâmica foi idealizada para aquela área.índice

 

Com o trabalho liderado pela gestora do SAEEP, Francisquinha Vieira, parte da população daquela área já conta com água potável diretamente em suas torneiras. A Estação de Tratamento de Água (ETA) do bairro está recebendo água do Bairro Betânia e repassando para algumas residências.

O restante das casas está recebendo apoio de 10 caminhões pipas, que abastecem as caixas d´água a cada três dias. Esses caminhões realizam um roteiro pré-determinado pela diretoria de operações percorrendo quadra por quadra do complexo.  Há ainda dois poços artesianos do Bairro Vale do Sol que bombeiam água para a rede do Ipiranga.

Mesmo assim, todas essas ações são temporárias. Para resolver o problema de abastecimento de água nos três bairros, um projeto de captação foi desenvolvido pelo departamento de engenharia do Saaep. “Preparamos um projeto que terá cerca de 3.600 metros de comprimento e irá coletar água diretamente do Rio Parauapebas”, garante o diretor operacional, José Francisco.

Comentários