Na madrugada do último dia 31 de 2016, R$ 1,1 milhão teria sido furtado da empresa de valores e segurança Prosegur, em Marabá. O apontado como responsável por levar a grande quantia seria um funcionário da própria empresa.

A delegada Simone Felinto, da Delegacia Urbana de Marabá, informou a nossa redação que as investigações sobre o caso estão sendo mantidas em sigilo. O caso estaria sendo investigado também pela Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), em Belém.

A nossa reportagem  entrou em contato com a Polícia Civil para saber mais informações sobre o caso, no entanto ainda não teve retorno.

Comentários