Portal Notícias de Parauapebas

Prefeitura de Parauapebas alega redução de custos e demite médicos

Demissão de 14 especialistas preocupa a população que precisa do serviço.Prefeitura diz que medida não prejudicará o atendimento.

A falta de médicos especialistas nas unidades de saúde preocupa os moradores de Parauapebas. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, 14 médicos foram demitidos com o objetivo de reduzir custos, mas a dispensa dos profissionais não estaria prejudicando o atendimento aos pacientes.

“Está tudo sobrecarregado, até o atendimento porque quando a gente chega aí, é muita gente. Quatorze doutores demitidos vão fazer muita falta para a população”, afirma o comerciante Carlos Gomes.

A medida foi tomada depois da convocação dos novos concursados para as vagas de enfermeiros, técnicos de enfermagem e auxiliares administrativos. As demissões foram realizadas nas especialidades que tinham mais de um profissional responsável.

Diante da redução do quadro funcional da rede municipal de saúde, o Sindicato dos Médicos do Pará (Sindmepa) deve recorrer ao Ministério Público para tentar reverter a situação.

“Levou-se anos para constituir a equipe de médicos que tem lá. Muitos não são do município, a maioria vem de municípios próximos ou vem até de outros estados, então, nós não podemos perder essa estrutura que nós temos hoje”, explica João Gouveia, presidente do Sindmepa.

O município de Parauapebas conta com 11 postos de saúde na zona urbana e nove postos na zona rural, porém, o serviço prestado é bastante criticado pelos usuários. A principal queixa é a demora pelo atendimento.

“Aqui a gente espera muito, tem vezes que é um dia todinho e às vezes ainda sai sem ser atendido. Também tem vezes que falta a paciência e a gente vai embora”, conta o aposentado Benedito Costa.

O motorista Marivaldo Santos está com o pai internado no hospital e detalha por que o atendimento deixa a desejar. “É cheio de burocracia e o atendimento é demorado”.

Fonte:G1

Comentários

Comentar