Portal Notícias de Parauapebas

Parauapebas lança em setembro as obras da nova rodoviária, museu, cineteatro, novo mercado municipal e mais três grande projetos

Com sete eixos de ações de desenvolvimento para transformar Parauapebas num dos municípios mais atrativos do País, a prefeitura irá lançar dia 15 de setembro o Programa Municipal de Investimentos (PMI) em meio a uma grande solenidade, com apresentação de um vídeo em 3D com todas as obras projetadas.

Os eixos são: infraestrutura urbana e rural, desenvolvimento socioeconômico e sustentável, mobilidade urbana e ordenamento territorial, habitação de interesse social, modernização da máquina pública, desenvolvimento tecnológico e educacional e qualificação e incentivo para as mulheres.

“Somos um município grande, então precisamos pensar grande”, tem dito o prefeito Darci Lermen. E pensar grande significa a construção de obras de fato impactantes no município, com arquitetura arrojada e contemporânea, como a nova rodoviária, o novo mercado municipal, o Polo Tecnológico de Gemas e Joias, o Complexo Multicultural, o museu, o cineteatro e o espaço Florindo o Mundo.

A população vai contar ainda com um novo centro administrativo municipal para abrigar todas as secretarias numa mesma área, com amplo estacionamento. No prédio da prefeitura, que será reformado, continuarão funcionando o gabinete do prefeito, do vice e de departamentos ligados diretamente ao gabinete.

Na zona rural, a prefeitura irá asfaltar o trecho entre as vilas Carimã e Conquista e da Palmares I (sul) até Três Voltas, cuja licitação se encontra em andamento, e irá construir a estrada entre Parauapebas e Marabá via Palmares II.

Todas as pontes na zona rural serão de concreto e a prefeitura vai estabelecer um novo modelo para abertura e manutenção das estradas vicinais, que serão administradas, por trechos, pelas empresas que ganharem a licitação das obras.

“Estamos preparando essa cidade não é para o futuro de daqui a dez, vinte anos. Estamos preparando essa cidade para agora. O futuro de Parauapebas é agora”, diz o secretário especial de Governo, Keniston Braga.

Texto: Hanny Amoras