Portal Notícias de Parauapebas

Mulher é morta com quatro tiros : Disputa por bens pode ter sido motivo de assassinato

A polícia abriu inquérito para apurar a morte da ASG Rosenir Cristina da Silva Sousa, 46 anos de idade, assassinada com 4 tiros, na porta do condomínio onde morava, rua Luis Gonzaga 102, bairro da Paz, em Parauapebas, o crime aconteceu por volta das 18 horas,  da noite de segunda-feira 21, quando a vítima retornava do trabalho para casa, instante em que teria sido surpreendida por dois indivíduos em uma moto de placa e modelo não anotado.

Nos primeiros levantamentos realizados pela polícia leva a crer que o crime tenha sido praticado pelo ex-marido da vítima que a cerca de 6 meses teria cravado uma faca no abdômen da mesma  em uma discussão entre os dois.

Separados a cerca de um ano o acusado identificado apenas por Carlito vinha tentando reatar o relacionamento, porém, devido ao comportamento violento do ex-marido a vítima já havia decidido não querer mais conviver com o mesmo. Além de várias agressões físicas praticadas por ele contra ela, Rosenir Cristina, também vinha recebendo ameaças de morte caso fosse vista com outro homem.

Um vizinho e amigo dela, contou para a reportagem que uma semana atrás Rosenir Cristina  teria ido em sua casa e contado o que vinha sofrendo. “Ele vinha tentando tomar a casa dela e ela colocou placa de venda  e como não conseguiu vender  sugeriu dividir a casa no meio com ele, mas ele queria era a casa toda, então ela revolveu sair e alugar e ele ficou brigando pelo dinheiro do aluguel”, contou um amigo de Rosenir Cristina.

 

Caetano Silva- Da redação

 

Comentários

Comentar