Na última segunda-feira (18), apresentações culturais, competição de paródias, jogos de perguntas e respostas e premiações encerraram a Semana de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, no Centro de Desenvolvimento Cultural (CDC).

Com o tema “Olha o Nosso Não ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”, o evento contou com a participação de representantes da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), da secretária municipal de Educação, Juliana Souza, do promotor da Vara da Infância e da Juventude, promotor Eduardo Falesi e os usuários da rede de Assistência Social.

“Hoje é um dia muito importante para a sociedade. Mas não temos que lutar só hoje contra essa causa, e sim todos os dias”, declarou o secretário municipal de Assistência Social, Judson Gomes.

De acordo com o promotor da Vara da Infância e da Juventude, Eduardo Falesi, toda a sociedade tem que estar comprometida na causa, no sentido de conscientizar a importância que é denunciar, para que esses executores, não possam ficar livres e impunes e fazer com que a infância e a adolescência desapareçam com os sonhos dessas crianças.

 “Então é preciso que todos estejam comprometidos, pois, o Poder Judiciário, Ministério Público e Conselho Tutelar só vão agir se chegar essas informações e denúncias”, disse.

“É de extrema importância despertar as pessoas para a necessidade de denunciar os casos de abuso e violência sexual contra crianças e adolescentes. Achei muito interessante as atividades desenvolvidas durante a programação” destacou a dona de casa, Olga Silvério participante do evento.

Texto: Janaina Ravanelli

Fotos: Anderson Souza/Antônio Fernandes

Comentários