Portal Notícias de Parauapebas

Iniciativas socioambientais de Parauapebas e Canaã recebem reconhecimento do Ibama

Projetos realizados em Parauapebas e Canaã dos Carajás que unem produção agrícola com preservação ambiental e a ação de jovens do município de Canaã com a formação de um Grupo de Trabalho (GT) para incentivar o debate e a participação da juventude em temáticas sociais ganharam reconhecimento do lnstituto Brasileiro de Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Os dois projetos, que surgiram a partir de programas ambientais da Vale relacionados ao licenciamento federal, estão entre os 14 projetos selecionados em todo Brasil e contemplados pelo Ibama com certificado de boas práticas. 

A divulgação da lista foi realizada no III Fórum de Programas de Socioeconomia promovido pelo órgão. O evento teve como objetivo divulgar ganhos socioambientais decorrentes de medidas de mitigação/compensação de impactos implementadas em obras e projetos por exigência do licenciamento e selecionar aqueles que apresentaram os melhores resultados.


Associação Camponesas Filhas da Terra, uma das entidades na região, que participam dos programas e incentivam a geração de trabalho e renda nas comunidades 


A Associação Camponesas Filhas da Terra da comunidade da Apa do Gelado no município de Parauapebas foi uma das beneficiadas pelo projeto de interface entre os programas de educação ambiental e desenvolvimento territorial. “Esse projeto que hoje a gente participa veio para trazer melhorias, qualidade de vida para nossa comunidade, porque a gente aprende a tirar o nosso sustento, de forma sustentável, sem agredir o meio ambiente”, diz Nubia Gurgueia, representante da associação, que produz geleias, doces e licores com frutas plantadas na comunidade. Outras oito comunidades também participam da ação. 


O segundo projeto reconhecido foi o Cine Debate. A proposta nasceu de Comitê de Acompanhamento do Programa de Educação Ambiental fundado há seis anos e formado por representantes da Vale, poder público e sociedade civil de Canaã. Em 2020, jovens assumiram uma postura protagonista dentro do Comitê e elaboraram o projeto. “Por meio do Cine Debate, exibimos vídeos muito interessantes, concentramos esforços em realmente chamar a atenção dessa galera jovem, para se interessar em debater assuntos dentro da nossa faixa etária e participar das políticas públicas do nosso município”, revela a estudante Isabelly Silva, da comunidade da Vila Bom Jesus, em Canaã.


A estudante Isabelly Silva, de Canaã dos Carajás, uma das idealizadoras do projeto Cine Debate, que obteve reconhecimento do Ibama pela boa prática de incentivo a participação da juventude 

Segundo o supervisor de Socioeconomia da Vale, diz Adenilson Gomes, as ações têm ido além do cumprimento de condicionantes. “O objetivo é estimular o fortalecimento da organização social, buscar essa autonomia e empoderamento das comunidades. Além de implementar estudos e consultorias técnicas para o desenvolvimento de cooperativas rurais aliando produção agrícola e a conservação do meio ambiente”. Ambos projetos permanecem sendo executados.