Parece que a própria natureza decidiu castigar a humanidade em meio a luta contra o novo coronavírus. Um incidente trágico ocorreu no estado africano de Ruanda, onde um morador da cidade de Kamoni, violou o regime de quarentena imposta pelo governo e foi pescar e desapareceu ao cair em um pântano no último dia 25 de março.

De acordo com as autoridades, ele foi atacado e morto por um crocodilo ao cair no pântano. Ainda segundo as autoridades, o local é um santuário de preservação de jacarés e crocodilos. O caso foi divulgado pela BBC britânica. A vítima, que não teve seu nome divulgado.

“Ele estava entre as pessoas que não cumpriram a quarentena imposta para conter a propagação do vírus”, disse a prefeita Alice Kaiitesi.

Em Ruanda, foram registrados cerca de 40 casos de coronavírus e esta é a taxa mais alta da região, embora ainda não haja mortes. O país introduziu um rigoroso regime de isolamento social, contudo o encerramento das atividades econômicas do país afetou severamente a maioria das pessoas que são de baixa renda.

Apesar da morte do homem, não há informações sobre o réptil.

Comentários