Portal Notícias de Parauapebas

Homem é acusado de dar calote em travesti e programa termina em caso de policia

Uma confusão entre duas pessoas acabou sendo caso de polícia em Parauapebas. O fato envolveu um homem identificado como Robério Ferreira da Silva, 33 anos e uma travesti conhecida socialmente como Juliana, de 26 anos.

Consta no relato da Polícia Militar, que uma guarnição foi acionada para averiguar uma ocorrência de lesão corporal, que teria acontecido na Rua N-13, no Bairro Cidade Jardim. Em posse das informações os militares se deslocaram até o local e lá confirmaram a veracidade do caso, encontrando Juliana sentada na calçada bastante ferida, ao ser questionada sobre o que teria provocado os ferimentos, a mesma informou que havia sido contratada para realizar uma programa, entretanto, cliente teria negado em pagar o valor combinado e diante disso inciou uma luta corporal entre ambas pessoas.

De acordo ainda com o relato da PM, Robério teria afirmado que havia contratado os serviços de Juliana por R$ 100, porém após os atos sexuais a contratada cobrou um valor de R$ 500.

A dupla foi encaminhada para a UPA para receber atendimento médico e em seguida para a 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, aonde foram ouvidos e liberados.

(Notícias de Parauapebas)