O prefeito interino de Marabá,  pediu afastamento e o município está sem gestor. Luiz Carlos Pies  pediu licenciamento por cinco dias a partir desta quarta-feira (20). Ele comuniciou que precisa fazer um tratamento de saúde. Luiz Carlos assumiu em maio, depois que o prefeito Salame Neto foi afastado por 180 dias por improbidade administrativa. Agora, não há quem possa assumir a prefeitura.

O presidente da Câmara Municipal, o primeiro nome da linha sucessória, não pode assumir porque tenta a reeleição. O vice-presidente da Câmara também é candidato, assim como o primeiro e o segundo secretários da Câmara.

Durante esta manhã, a diretoria da Câmara Municipal esteve reunida para elaborar um documento e comunicar à juíza Maria Aldedeci de Souza Bizolato que ela é a próxima na linha sucessória. Bizolato pode se recusar, se quiser. Caso isso aconteça, a Justiça escolherá o juiz que assumirá o cargo.

Comentários