O Brasil exportou aproximadamente 28 milhões de toneladas de minério de ferro em novembro deste ano, volume 8% superior em relação ao mesmo mês no ano passado. Os números foram publicados ontem (1) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

As exportações brasileiras de minério de ferro em novembro de 2014 foram de 25,95 milhões de toneladas. O aumento no volume exportado na comparação ano a ano, porém, não foi refletido na receita do país com as vendas da commodity.

A receita do Brasil em novembro com exportações de minério de ferro foi de US$ 900,8 milhões, uma queda de aproximadamente 43% em relação ao total arrecadado no mesmo mês do ano passado, de US$ 1,57 bilhão.

A baixa na receita brasileira foi motivada pela forte queda nos preços do minério de ferro, com mínimas em sete anos. O preço médio do minério de ferro brasileiro exportado, na modalidade FOB, em novembro, foi de US$ 32,20 a tonelada. No mesmo mês de 2014, o preço médio era US$ 60,90 a tonelada, 47,1% mais alto.

Nesta quarta-feira (2), o minério de ferro com 62% Fe para entrega no porto de Qingdao, na China, na modalidade custo e frete (CFR), em oito semanas, caiu para US$ 41,13 a tonelada, segundo índice da Metal Bulletin. O valor registrado hoje é o menor desde maio de 2008.

Na comparação de novembro com o mês anterior, houve queda de 17,9% na exportação de minério de ferro brasileira. A receita também foi 1% inferior ante US$ 1,13 bilhão de outubro, assim como o preço médio da commodity de US$ 32,20 ante US$ 33,20 a tonelada.

A receita com exportação de aços laminados planos do Brasil, em novembro, caiu 26,8% na comparação com o mesmo mês de 2014, para US$ 138 milhões. O volume exportado, por outro lado, subiu 11,9% para 332.400 toneladas de aços laminados planos.

Comentários