Nota da Prefeitura Municipal de Marabá

Devido o agravamento da crise econômica que assola o país, não sendo diferente em Marabá, o Governo Municipal deu prioridade ao pagamento do décimo terceiro salário do funcionalismo, não sendo possível, portanto, realizar neste final de ano a festa da virada na orla. O governo esclarece ainda que tentou parcerias com a iniciativa privada a fim de viabilizar o evento, mas, pelo mesmo motivo – o mau momento econômico -, não foi possível viabilizar essas colaborações.

Entre o pagamento do décimo terceiro e do Visa Vale – o Vale Alimentação – a Prefeitura de Marabá injetou no comércio local, neste final de ano, a quantia de R$ 18.081.297,17 o que, em momento de aperto financeiro, movimentou consideravelmente a economia local ajudando também o setor a pagar os décimo dos milhares de empregados que labutam nesse importante ramo da economia.

Hoje a prefeitura deve apenas 30% restantes do décimo terceiro salário do pessoal da Educação, cujo valor é de R$ 3.155.052,99 e será pago no dia 4 de janeiro de 2016.

Enquanto isso, estados como Tocantins, Rio de Janeiro, no Rio Grande do Sul e Sergipe, o décimo terceiro do funcionalismo foi parcelado em até seis vezes ou pago na forma de empréstimo bancário.

O governo gaúcho, que chegou a atrasar o pagamento de parcelas da dívida com a União e de salários ao longo do ano, programou pagar o 13º do funcionalismo de junho a novembro de 2016.

Em Sergipe, a Assembleia Legislativa aprovou projeto de lei do Executivo autorizando o Banco do Estado a emprestar o 13º servidores com o compromisso de que o governo vai pagar os juros.

No Rio de Janeiro, que vai fechar o ano com R$ 12 bilhões a menos do que previa em caixa, servidores estaduais vão receber o décimo terceiro em cinco parcelas.

No Tocantins, o governo vai pagar somente o 13º dos servidores que ganham até quatro salários mínimos – cerca de 35 mil dos 49,5 mil funcionários do Estado. O restante (28% da folha) receberá o pagamento extra “em 20 ou 30 de janeiro”.

Em Marabá, mesmo diante de todas as dificuldades enfrentadas, o Governo Municipal mantém o compromisso com o servidor público e com a economia local, que em grande parte depende dos recursos movimentados pelo erário.

Comentários