A Polícia Civil de Parauapebas tem mais um crime de homicídio para apurar, desta vez, teve como vítima o nacional Cássio Sousa Leite, de 20 anos de idade, executado com 5 disparos de arma de fogo, no interior de sua casa, rua Afonso Pena, 1210, esquina com a rua Itacaiúnas, bairro Altamira em Parauapebas.

A reportagem do Portal Noticias de Parauapebas apurou que o crime aconteceu por volta das 19h40min, desta quarta-feira (18) ,quando a dupla de assassinos que estavam encapuzados, surpreenderam o pai da vítima que se encontrava sentado na frente de casa.

As Informações dão conta  que ao manter o pai de Cássio sobre a mira da arma, o segundo criminoso invadiu a casa e se dirigiu até o apartamento onde o jovem morava e disparou vários tiros em Cássio Sousa, que faleceu instantaneamente no local.

Após a execução, a dupla deixou o local em um veículo prata de modelo e placa não sabido, tomando rumo ignorado.

As câmeras de monitoramento nas imediações da residência da vítima podem ter gravado a chegada e saída dos assassinos.

Após levantamento do local do crime realizado pela equipe do delegado plantonista Gabriel Henrique, o corpo da vítima foi removida pela equipe do Instituto Médico Legal (IML), e encaminhado para exame de necropsia.

No vídeo que ainda circula nas redes sociais a adolescente, antes de morrer citou o nome de alguns amigos dela, inclusive o de Cabanas, como Cássio era chamado, e disse no vídeo que assim como ela iria morrer eles também iriam sentar no colo do capeta.

Segundo a polícia assim como o assassinato de Kechily Costa, foi motivando por briga entre facção, o de Cássio Leite também foi.

Logo após a morte da garota quatro adolescentes envolvidos no crime foram apreendidos pela Polícia Civil e continuam aguardando o posicionamento da justiça para transferência ou não dos mesmos para o CIAM em Marabá. (Neide Folha da redação do Portal Noticias de Parauapebas)

Comentários