CTA-SAE de Parauapebas é homenageado pelo Estado em função do trabalho desenvolvido O Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) e Serviço de Assistência Especializada (SAE) de Parauapebas recebeu o troféu Muiraquitã, durante as comemorações alusivas aos 50 Anos do descobrimento do Antígeno Austrália e avanços no tratamento das hepatites virais em meio século, entregue pela Coordenação Estadual de Hepatites Virais da Secretaria Estadual de Saúde (Sespa), no dia 21 de maio em Belém, em homenagem ao trabalho de combate às hepatites virais realizado no municipio.
Parauapebas é referência no sul e sudeste do estado por alcançar resultados acima da média quanto ao número de realização de testes rápidos para as hepatites B e C, e respectivamente atender e tratar os casos diagnosticados. Apenas Parauapebas, Marabá, Santarém e Abaetetuba receberam a premiação.
Allan Werbertt, coordenador do CTA-SAE, representou a equipe durante o evento. “Para nós do município é importante esse reconhecimento, tendo em vista que nem a capital foi premiada, o que valoriza o trabalho da equipe, em especial da doutora Mara Menegazzo e da enfermeira Milka Régia (responsáveis técnicos pelo Programa de Hepatites em Parauapebas). Também nos fortalece e estimula a desenvolver mais ações de prevenção e tratamento, além de nos colocar como município prioritário quando houver incremento de recursos nessa politica” destacou o coordenador.
Em 2014 foram realizados 4.563 testes e 20 pacientes receberam diagnóstico positivo para hepatites B e C. As hepatites têm tratamento e grande chance de cura. O tratamento é um pouco duro, mas é tolerável e cura cerca de 50% das pessoas infectadas, pode ser realizado no CTA-SAE, localizado à Rua P, número 38, Bairro União.
Qualificação da equipe do CTA
Dentre os motivos que faz o CTA de Parauapebas alcançar resultados positivos está à qualificação permanente dos profissionais que atuam no órgão, seja por meio de participação em eventos de referência na área ou das capacitações realizadas entre a própria equipe.
De 17 a 20 de maio, o coordenador do órgão juntamente com os enfermeiros Francisco Farias Soares e Milka Régia Souza e a médica Mara Fabiana Menegazzo participaram do X Congresso da Sociedade Brasileira de DST e VI Congresso Brasileiro de AIDS.
De acordo com os participantes os dois eventos agregaram novos conhecimentos que contribuem diretamente para a saúde do usuário. “Participando de uma das atividades do seminário, soube que o chá de camomila reduz os sintomas da Herpes, assim como a planta conhecida popularmente como unha de gato”, destacou o enfermeiro Francisco Farias. Os conhecimentos adquiridos pelos profissionais são multiplicados aos demais que atuam no órgão.

Texto: Karine Gomes

Fotos: Arquivo CTA

 

 

 

Comentários