Wlad, Francisco Chapadinha, Beto Salame e outros 9 deputados paraense votaram a favor de Temer

0
602
A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (2) o relatório da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), de autoria do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que recomendava a rejeição da denúncia da Procuradoria Geral da República por crime de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer.
Com o resultado da votação, os deputados livraram Temer de responder no Supremo Tribunal Federal (STF) ao processo que, se instalado, provocaria o afastamento do presidente por pelo menos 180 dias. Agora, Temer responderá no STF somente após após o término de seu mandato, em 31 de dezembro de 2018. O procurador-geral Rodrigo Janot, porém, poderá apresentar outras denúncias contra Temer, por organização criminosa e obstrução de justiça.
Todos os deputados paraenses votaram durante a sessão, com nenhuma abstenção. Dos dezessete representantes que o Pará tem direito, apenas cinco votaram contra o arquivamento da denúncia. Todos os outros doze parlamentares deram o “sim” pelo arquivamento, se mantendo junto à maioria da Câmara e livrando Michel Temer de responder no STF.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.