Vale fecha contrato de US$ 362 Mi para transporte de minério de ferro

861

A empresa sul-coreana PanOcean informou nesta quarta-feira (23) que fechou um contrato de afretamento (COA, na sigla em inglês) com a Vale para transportar 32 milhões de toneladas de minério de ferro por ano para a companhia brasileira. Segundo a Reuters, o acordo, que tem duração de 20 anos, tem um valor de US$ 362,5 milhões.

Segundo os termos do acordo, a carga será carregada no Brasil e distribuída para a China, Malásia ou Filipinas. A PanOcean, que é listada nas bolsas de Cingapura (SGX) e da Coreia do Sul (KRX) e tem um escritório em São Paulo (SP), disse que o COA começa a valer no quarto trimestre deste ano, sem dar os detalhes financeiros.

A transportadora sul-coreana disse que o objetivo com a assinatura do contrato com a Vale é garantir uma fonte estável de receita e lucro. O COA deve ser concluído em 1º de outubro de 2036, segundo a PanOcean.

Esse é o terceiro contrato de afretamento que a Vale fecha desde sexta-feira (18). A mineradora brasileira contratou a China Cosco Shipping Corporation (Coscocs) por 27 anos para transportar 16 milhões de toneladas de minério de ferro por ano. Na segunda-feira (21), o presidente da Vale, Murilo Ferreira, assinou um novo acordo de transporte de minério, dessa vez com a Hong Kong Ming Wah Shipping, que é subsidiária da China Merchants Energy Shipping (CMES).

Os termos do COA com a HKMW foram similares aos da Coscocs, com duração de 27 anos e transporte de 16 milhões de toneladas de minério por ano. A Reuters disse que o acordo com a subsidiária da CMES, que comprou quatro Valemax da Vale em 2015, inclui também transporte de manganês, informação que não divulgada pelas empresas.

Os contratos de afretamento da Vale com a CMES e com a Cosocs estariam ligados à encomenda de 30 navios Valemax feita pelas empresas chinesas na semana passada.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here