Fruto do acordo judicial referente às horas in itineres dos trabalhadores do Projeto Carajás, a Vale deve entregar o Campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) em Parauapebas no próximo dia 30 de junho. Essa é a expectativa do diretor geral do campus, o catarinense Walter Soares Fernandes.

Segundo o diretor, o IFPA encomendou pesquisa para conhecer as demandas da região do entorno do Carajás, em especial nos municípios de Parauapebas, Canaã dos Carajás, Curionópolis, Eldorado dos Carajás e Água Azul do Norte. Tal pesquisa visa estruturar os cursos que no futuro serão ministrados no Campus de Parauapebas. Ainda segundo Walter Fernandes, à princípio serão oferecidos apenas os cursos de  mecânica e eletroeletrônica, todavia, outros cursos irão ser implantados. Para tanto, serão realizada audiências públicas com a comunidade para a escolha dos futuros cursos.

Já a partir do segundo semestre será aberto o processo de seleção para o Campus de Parauapebas, que beneficiará cerca de 600 alunos nos três turnos (manhã, tarde e noite). Para se habilitar à uma das vagas, o aluno deve ter concluído o ensino médio e aguardar a abertura de inscrições acompanhando no site do IFPA. A admissão se dará através das notas do ENEM. “ Todos os cursos do IFPA são inteiramente gratuitos”, afirmou o diretor.

O edifício do IFPA em Parauapebas está localizado próximo à portaria da Floresta Nacional de Carajás. Com 2.788,21m² de área, ele tem o objetivo de levar qualificação profissional e oportunidade de emprego para a região e os municípios do entorno, principalmente com o lançamento de grandes projetos, como o S11D.

Ainda segundo Walter Fernandes, já foram feitos concursos para compor o corpo técnico do Instituto e as vagas para o corpo docente (oito vagas) já estão sendo preenchidas, em um primeiro momento através do concurso de remoção e posteriormente através de concurso que já foi homologado.

O IFPA, através de parcerias com prefeituras da região, deverá implantar, a partir de julho, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – PRONATEC –  com a abertura de 270 vagas para alunos de Parauapebas e Canaã dos Carajás com cursos de recepcionista, auxiliar administrativo, banco de dados e almoxarife. Esses alunos receberão uniformes e assistência estudantil totalmente gratuito. “No futuro estaremos verificando quais cursos demandam para Parauapebas para, então, implantá-los aqui, melhorando a mão de obra local, afirmou o diretor.

Walter Fernandes concluiu dizendo da importância do IFPA para Parauapebas, uma região carente e de grande demanda profissional. “A importância do IFPA em Parauapebas poderá ser notada pela população que precisa construir seu futuro no próprio local, já que teremos professores selecionados, de qualidade para devolver à própria região profissionais qualificados e bem preparados”.

Comentários

1 COMENTÁRIO

  1. Até que fim as parcerias entre PMP e Vale estão surgindo, o campus do IFPA, a duplicação da Faruck, agora so falta a Orla.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here