Vacinação contra gripe termina no dia 31; Parauapebas tem 62% da meta de cobertura cumprida

386
A campanha de vacinação contra a gripe termina na próxima semana no dia 31 e vem sendo realizada em toda a Parauapebas.
É na infância que a gente descobre o poder da vacina e com o passar do tempo, esse efeito só se comprova. Mas apesar de toda uma campanha realizada, muitos ainda não tem essa consciência.
Os principais alvos da campanha, são as gestantes, idosos, indígenas, profissionais da área da saúde, professores, crianças dentre outros.
Desde o inicio da campanha, em Parauapebas já foram atingidos 61,15% do público alvo a ser vacinado, com um percentual maior nos idosos, profissionais de saúde,  indígenas, puérperas e crianças. Confira o percentual de cada grupo:
  • Crianças: 52,73%
  • Trabalhadores de saúde: 73,59%
  • Gestantes: 47%
  • Puérperas: 67,89%
  • Indígenas:76,13 %
  • Idosos: 91,15%
  • Professores: 63,39%
  • Pessoas com comorbidades: 52,43%
“A vacina é segura para a grávida, ela protege a gestante e protege também o bebê, que vai receber anticorpos da mãe, e nos seus primeiros seis meses que não pode tomar vacina”, explicou a infectologista Isabella Ballalai, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações.

Ela explica ainda que a vacina não provoca gripe. “A coincidência é a maior inimiga da vacina. Se a pessoa toma vacina hoje e acorda doente amanhã é porque já estava infectada ou se infectou antes dos dez dias que ela precisa para proteger”.

O vírus da gripe está no ar, no corpo das pessoas e em qualquer outro lugar: no teclado do computador, no telefone, em cima dessa mesa. Nessas superfícies, ele sobrevive por até dois dias. É muito difícil combater um inimigo assim, invisível e resistente. Por isso, a vacina é a única prevenção eficaz, a única que é a capaz de fechar a porta para essa contaminação.

A gripe pode evoluir para uma doença mais grave. Em 2018, o Brasil registrou mais de 6.700 casos de síndrome respiratória aguda grave provocada por influenza e 1.381 mortes. Em 2019, até o dia 11 de maio, foram 807 casos em todo o país e 144 mortes.

Se enquadra em um dos grupos alvo da vacinação contra a gripe? Procure uma Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua casa e proteja-se.

Comentários