TUCURUÍ: MPPA firma TAC para garantir conforto e qualidade no fornecimento de energia elétrica

742

O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), através da promotora de Justiça, Amanda Luciana Sales Lobato e as Centrais Elétricas do Pará (Celpa S/A), representado por seus diretores comercial e institucional, Augusto Dantas Borges e Mauro Chaves de Almeida, respectivamente, firmaram Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), no último dia 5, em Tucuruí, sudeste paraense.

O objetivo do TAC é dar quitação integral do processo de execução existente desde o ano de 2011 em desfavor da concessionária, através da realização de incrementos necessários na rede básica de energia do município para dar maior conforto e qualidade no fornecimento de energia elétrica para os munícipes.

A Celpa destinará 2.738.892,65 (dois milhões setecentos e trinta e oito mil e novecentos e dois reais e sessenta e cinco centavos) em obras de construção de novo ponto de conexão com 2 trechos de linha de transmissão (LT) em 138 quilovolt (kV).

Hoje, o atendimento na região de Tucuruí é feita apenas pelo ponto de conexão da rede básica Tucuruí 230/69 kV.

Conforme o acordo, a empresa se obriga a executar obras de recolocação de rede na avenida Brasília, bairro Getat, no ginásio escola municipal de ensino fundamental “Dulcimar Brito”, na rua Alcobaça e na rua Cornelius Vrmans.

E ainda, a implantar rede nos bairros Getat, Sulpam, Peniel e Jardim Popular, no porto da balsa, do KM 04 até o bairro Beira Rio;

“A concessionária também se compromete a apresentar ao Ministério Público, até 31 de dezembro de 2015, um levantamento das infraestruturas necessárias para realizar a ligação de energia nas escolas Nova União, Santo Antônio, Manoel Mendes e Ouro Verde”, frisou a promotora de Justiça Amanda Lobato.

Após o levantamento Ministério Público do Estado e Celpa discutirão a viabilidade da execução de obras de ligação elétrica nas referidas unidades escolares.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here