Segundo exame, febre maculosa é descartada como a causa de morte em criança de Parauapebas

0
627

 

Após a realização de exames para descobrir o real motivo da morte da pequena Sophia Lopes de Almeida, de Parauapebas que veio a óbito em Belém e em seu laudo consta que a causa da morte foi por Febre Maculosa, transmitida de carrapatos.

Vinte e quatro dias após a coleta de amostras de sangue da pequena Sophia, de apenas dois anos de idade, ter sido coletada por uma equipe de Vigilância Sanitária da SESPA Secretaria de Saúde do Pará, tendo o resultado negativo, descartando a morte por Febre Maculosa.

Outros exames serão realizados para descobrir o real motivo da morte de Sophia, tendo em vista que as causas diagnosticadas pelos médicos e descritas no laudo foram descartadas.

O caso:

Parauapebas registra uma morte por Febre Maculosa, doença transmitida por uma bactéria do gênero Rickettsia (Rickettsia rickettsii),oriunda de carrapatos.

A pequena Sophia de apenas 2 anos de idade, foi picada no rosto por um carrapato em sua residência no bairro Cidade Jardim, ao notar o inseto, a mãe o retirou imediatamente e lavou com álcool o local, mas a menina começou a dar febre e os pais o levaram a Clinica Cristo Rei de Parauapebas no dia 28 de abril de 2017, com febre, cefaleia e mialgia intensa.

Diagnosticada por garganta inflamada, a pequena Sophia foi medicada e encaminhada para casa, porém sem melhoras e com o caso agravando cada vez mais, os pais resolveram levar para um hospital particular e a criança foi encaminhada via UTI aérea para o Hospital Mamaray em Belém com suspeita de Meningite.

No hospital belenense, Sophia foi diagnosticada com Febre Maculosa Brasileira, vindo a óbito no hospital Mamaray.

Atestado de óbito

 

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.