Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Início Notícias Secretaria de Segurança realiza mapeamento de áreas de risco em Parauapebas

Secretaria de Segurança realiza mapeamento de áreas de risco em Parauapebas

Assim que cessou o período chuvoso, a Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi), por meio da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec), retomou o recadastramento das áreas de risco em Parauapebas. Nesta quinta-feira, 25, a equipe operacional esteve na comunidade Céu Azul, conversando com as famílias.

O titular da Semsi, Michael Gomes, que tem acompanhado as visitas, ressaltou a importância desse trabalho. “Precisamos destes dados, com o quantitativo de famílias, atualizados, para que possamos nos planejar e saber como proceder no caso de alguma eventualidade”, destacou ele, ressaltando que todo o levantamento é compartilhado em uma base nacional de dados.

A dona de casa Hellen Oliveira elogiou a ação. “É muito bom ver o trabalho da prefeitura em nossa comunidade. Tem o pessoal do cadastro da Defesa Civil e máquinas trabalhando nas ruas. É ótimo saber que têm pessoas cuidando de nós”, disse ela.




De acordo com o coordenador da Comdec, Valvir Nogueira Fernandes, além do Céu Azul, as regiões alagadiças do bairro Liberdade já foram mapeadas e, durante as visitas realizadas pelas equipes, estão sendo identificados moradores das comunidades que possam fazer parte do Núcleo Comunitário de Defesa Civil (Nudec).

“Temos que indicar essas pessoas nessas áreas para que possamos melhorar a comunicação entre as comunidades e a Defesa Civil. O presidente de cada núcleo poderá nos fornecer informações com mais rapidez das urgências e os atendimentos que podem ser feitos em cada setor”, esclareceu Valvir Fernandes.

Ainda segundo o coordenador, o cadastramento será feito até meados de agosto deste ano. Em 2016, o banco de dados da Comdec apontou cerca de 14 áreas de risco, mas esse número deve aumentar visto que novas áreas vão surgindo com o tempo. A Comdec conta com a disponibilidade dos moradores para que no ato da visita sejam repassadas informações sobre o imóvel e número de pessoas que residem no local.

Texto: Sara Nascimento| Semsi

Fotos: Bruno Cecim




Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Must Read

Polícia Federal indicia Lula e filho por lavagem de dinheiro e tráfico de influência

A Polícia Federal indiciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o filho dele, Luís Cláudio, por suposto crimes de lavagem de...

Prefeito de Tracuateua é afastado do cargo

Prefeito de Tracuateua, Tamariz Cavalcante, é afastado do cargo e seu vice Zezinho Costa assume o Executivo. Juntamente com o prefeito também foram afastadas...

Por ‘ciúmes’ do marido, mãe mata a filha recém-nascida degolada

Uma mulher de 21 anos, da cidade de Rivne, na Ucrânia, está sendo acusada de degolar a própria filha recém-nascida após ter uma crise...

Câmara de vereadores de Parauapebas cria CPI para investigar a CELPA

Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foi instaurada na Câmara Municipal de Parauapebas com a finalidade de investigar os preços na cobrança dos tributos praticados nas contas de...

Vale reúne com comunidades de Parauapebas para esclarecer sobre barragens

A Vale está dando sequência as reuniões e visitas nas comunidades próximas às suas operações no Pará para falar sobre estabilidade de suas barragens...

Comentários