A Federação Paraense de Futebol encerrou ontem o processo de inscrição de clubes para a disputa do Campeonato Paraense da segunda divisão. Ao todo, 12 equipes estão garantidas na competição que começa em setembro. O formato e a tabela devem ser apresentados após o primeiro conselho técnico, previsto para semana que vem.

Se a elite do Parazão 2015 foi marcada pelo domínio do interior, com apenas Remo e Paysandu da capital, na Segundinha os papéis se invertem. Apenas três dos 12 participantes não estão sediados na Região Metropolitana de Belém: Gavião Kiykatejê, de Marabá, Castanhal e Izabelense, de Santa Izabel do Pará.

A tradicional Tuna Luso Brasileira vai para sua terceira tentativa de voltar à fase principal. O time foi vice-campeão em 2014, mas terminou rebaixado novamente com a extinção da primeira fase do Parazão. Entre as novidades estão o retorno do Pedreira, de Mosqueiro, afastado há anos do futebol profissional, e a estreia do Grêmio Carajás, equipe do bairro da Marambaia, que já disputava as competições de base.

PARTICIPANTES

Castanhal, Desportiva Paraense, Gavião Kyokatejê, Grêmio Carajás, Izabelense, Pedreira, Pinheirense, Sport Belém, Tiradentes, Time Negra, Tuna Luso e Vila Rica.