Restos mortais de bebê esquartejado é encontrado dentro de cesto de lixo

10987
A Polícia Civil de Parauapebas busca informações na tentativa de localizar e identificar a mulher que em ato tresloucado abortou e esquartejou o filho, e como se não bastasse enrolou o feto em fraldas descartáveis colocou em sacolas e o jogou no cesto de lixo.
O feto que aparentava ter entre 4 a 7 meses de formação, foi encontrado no cesto de lixo do condomínio 165, da rua Monteiro Lobato, bairro da Paz, Parauapebas.
De acordo com o major PM Ementt, era por volta das 17 horas, quando o Centro de Controle Operacional (CCO), foi acionado com a informação do achado de parte do corpo de uma criança que teria sido descoberto após cachorros rasgarem as sacolas de lixo.
No local, próximo ao cano do esgoto do prédio estava partes do feto (um dos pés e uma das mãos).   Depois de muitas buscas realizadas por homens do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil nos cestos de lixo onde não encontrando nada, uma equipe do Instituto Médico Legal – IML encontrou as vísceras e partes dos órgãos do bebê espalhados na água do esgoto da rua em frente ao prédio.
“Quando já pensavam que o resto do feto havia sido estraçalhado e comido pelos animais um funcionário do IML encontrou em meio ao lixo dentro de uma das sacolas a cabeça e o abdomem da pequena vítima”, destacou um dos peritos do IML.
Até o fechamento desta matéria às 02h50, da madrugada de hoje (14), a polícia ainda não tinha informações que levasse a identificação e paradeiro da perversa mãe que trucidou o filho inocente e indefeso.
Dentro da sacola onde estava o feto também havia cabelos possivelmente da autora do esquartejamento o que também poderá auxiliar na identificação do caso.   (Caetano Silva da redação do Portal Noticias de Parauapebas)

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here