Projeto Ciclo Saúde fortalece Atenção Básica em municípios do sudeste do Pará

0
554

De acordo com Organização Mundial da Saúde (OMS), a Atenção Básica eficiente pode resolver até 85% dos problemas de saúde de um território. Atentando para a importância da atenção básica, a Fundação Vale, em parceria com o Centro de Promoção da Saúde (Cedaps), a Universidade Estácio de Sá, e as secretárias municipais de saúde, está promovendo o projeto Ciclo Saúde, com o objetivo fortalecer a Atenção Básica nos municípios por meio da formação continuada das equipes da Estratégia de Saúde da Família (ESF), em temas relacionados à prevenção e promoção da saúde.

Para a gerente de saúde da Fundação Vale, Lívia Zandonadi, “através desta cooperação técnica estamos conseguindo discutir com as equipes de saúde diversas possibilidades de intervenções para promoção da saúde nas comunidades”.

Entre 2013 e 2016, o projeto foi executado em 27 municípios, nos estados de Minas Gerais, Espírito Santos, Maranhão e Pará, beneficiando as comunidades das áreas atendidas e capacitou cerca de 1.500 profissionais de saúde e lideranças comunitárias.  No Pará, o projeto é desenvolvido atualmente nas comunidades de Serra Pelada, em Curionópolis, e este ano iniciado nas Vilas Sansão e Paulo Fonteles, em Parauapebas.

O Ciclo Saúde está contribuindo diretamente com os profissionais que atuam na Estratégia Saúde da Família, que são responsáveis pelo acompanhamento de um número definido de famílias, localizadas em uma área geográfica delimitada. As equipes atuam com ações de promoção da saúde, prevenção, recuperação, reabilitação de doenças e agravos mais frequentes, e na manutenção da saúde desta comunidade.

A Agente Comunitária de Saúde (ACS) de Serra Pelada, Rosilene de Lima Silva ressalta a importância da capacitação da equipe de ACS que vem sendo realizada. “Estamos distantes da sede do município e, na maioria das vezes trabalhamos com o mínimo de informações e de recursos. Com o projeto, nós estamos nos capacitando e podemos fazer um trabalho melhor, com mais informação para o nosso paciente”. No início de 2017, a unidade de saúde de Serra Pelada recebeu novo mobiliário e também equipamentos, além de pequenos reparos, como pintura do imóvel, compra de nova caixa d’água, entre outros.

Parauapebas também está participando do projeto que, além de capacitar os profissionais de saúde que atuam na Unidade de Saúde de Casas Populares e dos profissionais da equipe de gestão da Secretaria de Saúde do município, contribuiu para a implantação de um Núcleo de Educação Permanente, chamado “Espaço Saúde Comunitária”, localizado na Unidade de Saúde de Casas Populares. Agora, as ações do projeto chegaram até a zona rural da cidade, nas Vilas Sansão e Paulo Fonteles, com as capacitações para profissionais das unidades de saúde e jovens das duas comunidades.

Outro município paraense que já colheu os bons resultados do projeto é Canaã dos Carajás. Lá, o Ciclo Saúde foi realizado em 2014/2015 e alcançou 100% das 10 Unidades Básicas de Saúde da cidade, disponibilizando equipamentos e mobiliários, além da capacitar as equipes que fazem atendimento à população.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.