Preso pastor que estuprou garota de 12 anos em Igreja de Ananindeua

0
454

A Polícia Civil prendeu Evaldo Cursino Brito, 36 anos, acusado de estuprar uma garota de 12 anos, em Ananindeua, na região metropolitana de Belém. Pastor da Igreja Assembleia de Deus da Amazônia, situada do bairro do Coqueiro, Evaldo foi preso por uma equipe da Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e ao Adolescente (Deaca), do polo Propaz Integrado sediado no Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, em Belém. A prisão resultou de mandado de prisão expedido pela Justiça em decorrência de inquérito policial instaurado para apurar o crime.

Segundo a delegada Silvia Mara Tavares, da Deaca, o acusado se envolveu amorosamente com a adolescente há cerca de um ano. Nesse período, ele chegou a manter relações sexuais com a menor praticando conjunção carnal e oral. Os atos sexuais, conforme informações apuradas no inquérito policial, ocorriam no banheiro da sede da Igreja durante os cultos. Enquanto as pessoas estavam orando na Igreja, o pastor cometia os abusos sexuais.

O crime foi descoberto pela mãe da adolescente. “Ela flagrou os dois mantendo relações sexuais e foi a maior confusão na Igreja”, explica a delegada. Durante o inquérito policial, Evaldo Brito foi ouvido em auto de qualificação e interrogatório na sede da Delegacia e negou totalmente as acusações. Após a expedição do mandado judicial de prisão, a prisão foi realizada pela delegada Silvia Mara Tavares e pelos investigadores Ionilde Azedo e Larissa Goes. A ordem de prisão preventiva foi expedida pelo juiz Heyder Ferreira, da 1ª Vara de Inquéritos e Medidas Cautelares, da Comarca de Belém. Ele vai ficar preso à disposição da Justiça.

com informações da Polícia Civil.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here